Com o objetivo de reduzir o consumo de antibióticos e diminuir a taxa de bactérias resistentes aos mesmos, é hoje apresentada, no Porto a Aliança Portuguesa para a Preservação do Antibiótico, constituída por cerca de 20 entidades nacionais.

Em declarações à Agência Lusa, o coordenador nacional da Direcção-Geral de Saúde para o Programa Nacional de Prevenção das Resistências aos Antimicrobianos, José Artur Paiva, explicou que se vai aproveitar o Dia Europeu do Antibiótico "para consensualizar um memorando de objetivos, propósitos e ações, entre cerca de 20 entidades e instituições nacionais ligadas à área do antibiótico, de forma a garantir, pelo empenho de todas essas instituições", a preservação da eficácia do antibiótico.
"Em menos de 100 anos arriscamo-nos a passar da era pré-antibiótico para a era pós-antibiótico, em que os antibióticos deixam ser eficazes para matar as bactérias e resolver as infeções. A única maneira de sairmos dessa situação é passarmos a usar o antibiótico mais judiciosamente, com mais racionalidade e cuidado", explicou.

Criar normas para apoiar a prescrição médica, formar entidades de consultadoria e de apoio à prescrição de acesso fácil e sensibilizar o cidadão para regras práticas de bom uso dos antibióticos são os vetores principais da Aliança Portuguesa para a Preservação do Antibiótico (APAPA).

"Nós sabemos que Portugal, como aliás todos os países do Sul da Europa, tem um mais elevado consumo de antibióticos do que os países do Norte da Europa e sabemos também que é nos países do Sul da Europa, nomeadamente em Portugal, que há mais elevadas taxas de resistências das bactérias aos antibióticos, comparado com o Norte da Europa", sustentou José Artur Paiva.

Assim, e segundo o responsável, o objetivo é "reduzir o consumo de antibióticos, com enfoque em algumas classes mas reduzir globalmente, anulando prescrição inadequada ou desnecessária e, através disso, reduzir a taxa de bactérias resistentes aos antibióticos".

A APAPA tem como entidades promotoras a Direcção Geral de Saúde e o Grupo de Infecção e Sépsis, sendo ainda constituída pelas cinco Administrações Regionais de Saúde, Apifarma, Associação Nacional de Farmácias, Associação Portuguesa de Médicos de Clínica Geral, DECO, Direcção-Geral de Veterinária, Instituto Nacional da Saúde, Ordem dos Enfermeiros, Ordem dos Farmacêuticos, Ordem dos Médicos e Ordem dos Médicos Veterinários.

A assinatura desta aliança decorre hoje, às 10:30, no Palácio da Bolsa, no Porto.

18 de novembro de 2011

@Lusa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.