Em causa está um equipamento que servirá mais de 10 mil habitantes, substituindo um edifício pré-fabricado "sem condições dignas".

De acordo com nota remetida às redações, a garantia foi dada pelo presidente do Conselho Diretivo da ARS-N, Pimenta Marinho, numa reunião em que participaram além do presidente da câmara de Valongo, José Manuel Ribeiro (PS), vereadores do PSD e da CDU, eleitos da Assembleia Municipal e presidentes de Junta.

"Foi ainda assegurado que haverá um reforço médico no Centro de Saúde de Campo, no primeiro semestre de 2016", acrescenta a nota, na qual a câmara de Valongo aponta ainda que a ARS-N pretende criar uma nova Unidade de Saúde Familiar na freguesia.

"Estamos muito satisfeitos e confiantes na melhoria da qualidade do acesso à medicina geral e familiar para toda a população do concelho de Valongo", refere o presidente da câmara, José Manuel Ribeiro sobre uma reunião pedida pelo Município.

Além do centro de saúde de Campo, outra das mais antigas reivindicações de Valongo, distrito do Porto, prende-se com a construção de um equipamento de saúde para servir a freguesia de Alfena.

Sobre esse centro de saúde, que servirá cerca de 16 mil pessoas, a câmara de Valongo aponta que do encontro com a ARS-N "saiu também a esperança" de que o projeto de Alfena "avance entre o final de 2016 e o primeiro trimestre de 2017".

Recorde-se que estes temas foram alguns dos elencados por José Manuel Ribeiro numa carta que o autarca entregou ao ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes, quando este visitou a 18 de março a Unidade de Saúde Familiar de Valongo, considerada a melhor do país.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.