As recomendações de detecção no país se referem apenas ao cancro de colo do útero, o que comprova a eficácia da campanha de saúde pública, pois o número de mulheres afetadas pela doença diminuiu entre 1999 e 2015, o período estudado na publicação mais recente dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

Sabe mesmo tudo sobre o HPV? Conheça as 15 dúvidas mais comuns
Sabe mesmo tudo sobre o HPV? Conheça as 15 dúvidas mais comuns
Ver artigo

Mas muitos outros tipos de cancro associados ao HPV estão a aumentar em ambos os sexos, um crescimento que pode ser explicado parcialmente pelas mudanças no comportamento sexual, incluindo sexo oral e anal sem proteção, segundo especialistas dos CDC.

Vacina recomendada

Juntando todas as categorias, os casos de cancro relacionados com o HPV aumentaram de 30.000 para 43.000 entre 1999 e 2015. Em relação à população, a taxa de incidência aumentou de 11,2 para 12,1 em cada 100.000 pessoas.

Estes são os sintomas de cancro mais ignorados pelos portugueses
Estes são os sintomas de cancro mais ignorados pelos portugueses
Ver artigo

Esses números aumentaram entre os homens e diminuíram para as mulheres, devido a uma melhor avaliação do colo de útero.

A vacina contra o HPV é recomendada nos últimos 10 anos nos Estados Unidos para todos os meninos e meninas dos 11 aos 12 anos, com uma possível atualização para as meninas aos 13 e 26 anos e rapazes aos 13 a 21.

Em Portugal, a vacina contra o papilomavírus integra o Plano Nacional de Vacinação e é recomendada a partir dos 11 anos em meninas.

A vacinação continua a alargar-se, segundo outro comunicado publicado pelos CDC. Em 2017, cerca de 66% dos adolescentes de 13 e 17 anos receberam a sua primeira dose e aproximadamente metade tomou as doses necessárias.

"A vacina é a melhor forma de proteger os nossos jovens contra os cancros causados pela infeção por HPV", disse o diretor dos CDC, Robert Redfield.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.