As autoridades não indicam em que região do país o doente, um jovem de 22 anos, contraiu a doença, mas confirmam que se trata da mesma estirpe do vírus que afeta a América Latina, onde se suspeita que seja o causador de um número elevado de bebés com microcefalia.

Na segunda-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que os casos de bebés com microcefalia constituem uma "emergência de saúde pública mundial".

O vírus, transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, "foi confirmado por exames de sangue" realizados num hospital de Banguecoque, disse Santi Srisermpoke, diretor do centro Bhumibol Adulyadej.

O homem já recebeu alta, indicou o responsável sem fornecer mais detalhes.

"Não é uma doença nova na Tailândia. O primeiro caso confirmado ocorreu em 2012. Desde então, temos em média cinco casos por ano", disse Amnuay Gajeena, funcionário do ministério da Saúde citado pela agência de notícias France Presse.

A Tailândia recebeu em 2015 cerca de 30 milhões de turistas, o setor chave da economia do país.

Leia tambémZika: o drama dos bebés que são o rosto de uma epidemia

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.