A dor ciática uni ou bilateral, acompanhada ou não por dor lombar, que surge após alguns minutos de caminhada ou à extensão da coluna pode ser causada por estenose do canal medular.
O canal medular é um tubo formado pelas vértebras e discos vertebrais onde se localiza a medula espinhal.

A medula espinhal é formada pelas vias neurais que levam e trazem mensagens do cérebro, dando origem aos nervos periféricos. Qualquer lesão que afecte esta medula causará sinais e sintomas neurológicos, tais como dor, dormência, formigar ou perda de força motora. A estenose do canal medular pode ser congénita ou causada pelos processos degenerativos comuns ao envelhecimento.

Com o passar dos anos, os discos intervertebrais perdem a capacidade de absorção de impacto, tornando-se mais facilmente alvo de lesões e causando distúrbios na mecânica da coluna vertebral. Estes distúrbios afectam a distribuição de peso na coluna, o que vai acabar lesando estruturas como as articulações intervertebrais e os ligamentos.

Estas estruturas, como parte do processo de defesa contra a agressão, tendem a se hipertrofiarem (são os chamados bicos de papagaio). Como fazem parte da formação do canal medular, o aumento destas articulações e ligamentos acaba diminuindo o diâmetro do canal, com a possível compressão da medula espinhal ou das raízes que originam os nervos, o que levaria aos sintomas descritos acima.

O diagnóstico é comprovado através da tomografia computadorizada ou da ressonância magnética.

O tratamento seria em teoria preferencialmente cirúrgico, com o objectivo de alargar o canal medular, não fossem alguns empecilhos:

  • a idade dos pacientes, o que limita em alguns casos a indicação cirúrgica
  • a estenose pode se localizar em várias vértebras, o que levaria a cirurgias de extensão apreciável

Desta forma, sempre se deveria tentar o tratamento conservador antes de indicar a cirurgia. O tratamento conservador consiste em analgesia e correcção postural.

A analgesia pode ser feita medicamentosamente, com analgésicos ou anti-inflamatórios, ou pela acupunctura. Os analgésicos e, mais especificamente, os anti-inflamatórios muitas vezes são contra indicados em pacientes idosos, especialmente os portadores de insuficiência renal ou cardíaca, podendo causar efeitos colaterais como gastrite, diarreia, e até sangramentos. Além disto, não se aconselha o uso crónico destes medicamentos.

Mas se ainda não sofre de dores no nervo ciático ficam aqui alguns alongamentos para fazer já, mesmo antes de ter qualquer dor...

1. Deite-se no chão ou sobre um colchão com a barriga para cima, as pernas flexionadas e as mãos ao lado do corpo.

2. Inspire e traga uma das pernas próximo ao peito. Abrace-a e solte o ar.

3. Repita o mesmo movimento com a outra perna.

4. Agora, faça com as duas. Volte ao início e repita três séries com cada perna. Em cada movimento tente permanecer entre 15 a 30 segundos.

Texto de: Marcelo Barros | 3Fitness

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.