com o apoio MEO
em modo Escuro poderá poupar até 30% de energia. Saiba mais

Em destaque

Bolo de cascas de banana (e com as ditas também)

Neste bolo de banana não vai deitar fora as cascas do fruto, antes usá-las na receita. Nada vai para o lixo e, verá, as cascas vão conferir uma interessante textura a este bolo fofo.

Ingredientes

Bananas maduras 4 + 1 opcional
Ovos (gema e clara) 2
Manteiga amolecida 2 colheres de sopa
Leite meio gordo 2 chávenas de chá
Açúcar (preferencialmente amarelo) 1/2 chávena de chá
Farinha de Trigo sem fermento 3 chávenas de chá
Fermento em pó 1 colher de sopa rasa
Flocos de aveia grossos 1/2 chávena de chá
Canela em pó 1 colher de chá rasa

Preparação

Bata as claras dos ovos até formar castelo e reserve-as no frigorífico.

Lave as cascas das bananas (o ideal são as cascas de bananas maduras, mas sem muitas manchas). No robô de cozinha ou no liquidificador, triture muito bem as cascas, junte-lhes as gemas dos ovos, a manteiga previamente amolecida no micro-ondas e o leite à temperatura ambiente. Triture até obter uma massa uniforme e sem grânulos.

À parte, numa taça ampla, junte o açúcar, a farinha, o fermento, a aveia e a canela.  Posto isto, adicione-lhes a mistura obtida no robô de cozinha. Una tudo muito bem.

Agora, vai picar as bananas (grosseiramente) e juntá-las à massa anterior. Nesta fase, verta para o preparado as claras em castelo que reservou no frigorífico. Misture sem o fazer vigorosamente.

Finalmente, numa forma untada com margarina, vai verter a massa do bolo. É opcional, mas se quiser terminar o bolo em beleza, corte uma banana longitudinalmente (utilize a casca na receita) e pressione ligeiramente as duas metades sobre a massa. Fará uma cobertura do bolo visualmente muito apelativa.

Levar o bolo ao forno pré-aquecido a 180 ºC.

Volvidos perto de 30 minutos, faça o teste do palito, para verificar se a massa está bem cozida.


Esta receita insere-se num plano de cozinha tendente ao Desperdício Zero. Este, embora seja uma meta: reduzir os resíduos e desperdícios ao mínimo, também é um caminho. Neste, há objetivos: não descartar partes dos alimentos que são ricas nutricionalmente, preferir alimentos a granel, reaproveitar. Sempre que não for possível usar cascas e talos, reaproveite-os em caldos de vegetais. Procure formas criativas para reaproveitar embalagens de cartão e vidro. Reduza a utilização dos aparelhos de cozinha ao indispensável. Bom proveito.  

Receita do parceiro
J.M.A

Em destaque

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.