Esta não é a primeira ligação que John Malkovich estabelece com Portugal. O ator e cineasta norte-americano de 66 anos que recentemente contracenou no filme “Bird Box”, é um assumido apaixonado por Lisboa. Em 2014 chegou mesmo a ser condecorado pelo município lisboeta devido ao seu contributo na promoção internacional da cidade e do país, da sua cultura e riqueza enogastronómica.

Na verdade, gastronomia e vinho sempre fizeram parte do dia a dia de Malkovich, em parte inspirado pela sua companheira de longa data, a italiana com ascendência francesa Nicole Peyran. Talvez por isso tenham decidido, juntos, adquirir uma propriedade na aldeia de Lacoste, na região de Vaucluse, Luberon, escondida entre Côtes du Rhône (a norte) e Côtes de Provence (a sul), em meados da década de 1980. Rapidamente se deixaram conquistar pela região e fizeram desta a sua casa, onde acabariam por ver crescer os seus dois filhos.

Anos mais tarde e com um forte impulso de Nicole, decidiram reorganizar a propriedade e descobrir o potencial deste terroir para o vinho, plantando vinha pela primeira vez. Inicialmente, a produção era pensada para consumo próprio e para partilhar com os amigos, sem a pressão ou compromisso de olhar a terra como um negócio. Foi precisamente essa despretensão que permitiu a John e Nicole seguir os seus gostos pessoais e plantar duas castas inesperadas e provocatórias para a região: Pinot Noir e Cabernet Sauvignon.

Vinhos produzidos pelo ator John Malkovich estreiam-se em Portugal
“Les Quelles de La Coste”, representa o nome da casa senhorial da propriedade, Les Quelles, e a aldeia onde está situada, Lacoste. Unlock Wines

Desenhavam-se, assim, os primeiros contornos daquele que viria a ser um dos papéis mais marcantes da carreira de John Malkovich: a de produtor de vinhos. Nascia uma nova marca, intitulada “Les Quelles de La Coste”, que representa o nome da casa senhorial da propriedade, Les Quelles, e a aldeia onde está situada, Lacoste. No total, dispõe de uma área agrícola de 10 hectares, dos quais 4,85 hectares são dedicados à vinha, plantadas em baixa densidade em parcelas de solo argiloso profundo e com predominância das castas Cabernet Sauvignon, Pinot Noir e, mais recentemente, Carménère.

Uma das referência de vinhos que saem da propriedade de John Malkovich: LQLC Cabernet Sauvignon 2015.

Este é um projeto boutique, feito à imagem e medida dos seus autores, que não tem como objetivo a massificação do consumo. Os exemplares desta filosofia chegam agora a Portugal, através da também debutante distribuidora Unlock Wines.

Estão já disponíveis no mercado nacional todas as cinco referências do produtor: Les 7 Quelles N.V (15,5 euros), LQLC Rosé 2019 (15,5 euros) e versão Magnum 1,5L (35,00 euros), LQLC Cabernet Sauvignon 2015 (29,00 euros), LQLC Pinot Noir 2014 (29,00 euros) e Les 14 Quelles 2017 (PVP 61,00 euros), também em versão Magum 1,5L (141,00 euros).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.