A chanfana, um prato confecionado à base de carne de cabra, vinho tinto, alho, louro, pimenta e colorau, é cozido dentro de recipientes de barro preto em fornos a lenha. Um método de confeção que será respeitado pelos restaurantes participantes no evento que se realiza a partir de 12 de janeiro e que atrai, anualmente, milhares de visitantes a Vila Nova de Poiares (distrito de Coimbra), intitulada “Capital Universal da Chanfana”.

Para além da chanfana e, ainda à mesa, esta semana gastronómica apresenta o arroz de bucho, os negalhos e o doce regional poiaritos.

Recorde-se que a QUALIFICA, uma associação nacional que visa a qualificação dos produtos típicos portugueses, declarou a "Chanfana de Vila Nova de Poiares" como Produto da Gastronomia Nacional. Trata-se, assim, de acordo com a Confraria da Chanfana “do primeiro Prato Gastronómico a obter esta qualificação”.

Desta forma, foi autorizado o uso da marca "Produto da Gastronomia Nacional" nos restaurantes de Vila Nova de Poiares.

Chanfana
Chanfana
Ver receita

Participam na Semana da Chanfana os restaurantes O Confrade, A Grelha, a Casa dos Frangos, As Medas, Dona Elvira, Paddock, Cantinho do Bitoque, Portas da Vila e o restaurante Selopan.

Registos históricos apontam para o aparecimento da chanfana em Portugal no período das Invasões Francesas, no início do século XIX. Isto na região Centro, mais propriamente nos distritos de Viseu e Coimbra.