A 29 de fevereiro, o chefe de cozinha Carlos Afonso, do restaurante lisboeta O Frade, e o produtor de vinhos de Pedro Martín, do Bone Dry, OM AM, juntam-se no jantar mensal, em formato pop-up, o “The Art of Tasting Portugal”.

Uma noite, no Atelier Henrique Sá Pessoa, com o chefe-revelação de 2019 (nos prémios “Revista de Vinhos”), com o produtor Pedro Martín, assim como um convidado, o chefe de cozinha Rui Sequeira (restaurante Alameda, em Faro).

Todos os meses, os jantares serão dedicados a uma temática diferente. Este primeiro terá como tema o “Farm to Table”, com enfoque nos animais de pasto e de capoeira e nos legumes da horta.

“Queremos fazer uma viagem pelas várias regiões de Portugal, unindo a nova geração de chefs e mostrando a essência da gastronomia portuguesa e das nossas raízes”, afirma Carlos Afonso. “Acho que falo em nome dos três quando digo que estamos muito entusiasmados com o que podemos mostrar neste palco”.

Aos 32 anos, Carlos Afonso, após um percurso que o levou além-fronteiras, decidiu regressar às origens e criar uma cozinha portuguesa de tacho. Trabalhou em restaurantes como o Ocean, de Hans Neuner, no Algarve, ou o Marmóris em Vila Viçosa, sob a alçada do chefe Alexandre Silva.

O seu restaurante em Lisboa, O Frade, abriu em 2019.

Pedro Martin começou no mundo dos vinhos a ajudar um amigo de infância e produtor de vinhos do Alentejo, António Maçanita. Após uma primeira experiência na adega em 2011, apaixonou-se pelo método, pela visão e pela paixão de António, que acabou por contagiá-lo. Depois, foi trilhando o seu próprio caminho. Convidado pelo chefe de cozinha Ljubomir Stanisic para sommelier no 100 Maneiras, foi adicionando formação à experiência. Entre estas, destaca-se o W.S.E.T. 3 e um infindável número de horas do que considera “a melhor aprendizagem” - abrir garrafas e conversar. Ocupou o posto de Wine Director do grupo de restaurantes Trincas, The Decadente e The Insólito. Após uma experiência entusiasmante no projeto do Grupo Amorim, JNcQUOI, na Av. da Liberdade, como Chefe de Sommeliers, decidiu criar um projeto, em 2017, de importação de vinhos selecionados e de produção de vinhos próprios. Nascia assim a Martin Boutique Wines.

Rui Sequeira, um dos finalistas de 2012 do Concurso “Top Chef”, da RTP, trabalhou seis anos no Ocean, restaurante com duas estrelas Michelin no Algarve, onde foi sous-chef de Hans Neuner, e do qual saiu para abrir o seu restaurante no centro de Faro. Ele e a mulher criaram ainda um Supper Club em casa, o OitavofrenteSupperclub, que sentava à mesa oito desconhecidos. Em 2018, Rui Sequeira abriu o Alameda, onde trabalha os produtos sazonais e locais de forma muito criativa.

A plataforma “The Art of Tasting Portugal”, criada pela Chefs Agency em 2020, tem como objectivo ser uma montra do que melhor se faz em Portugal. Esta nova forma de apresentar a gastronomia nacional tem como primeiro palco o Atelier Henrique Sá Pessoa, em Marvila, embora seja nómada e itinerante por definição.

A 6 de fevereiro, inaugurou com um jantar com autoria do chefe Diogo Rocha (Mesa de Lemos, uma estrela Michelin), e a 20 de fevereiro será a vez do chefe Rui Silvestre (Vistas, uma estrela Michelin) mostrar a sua arte à mesa.

The Art of Tasting Portugal

Rua Jau, 44B, Lisboa

Contactos: Tel. 914 161 258  ou 21 132 77 97; E-mail theartoftastingportugal@chefsagency.net

Em março, a 13 e 14, estão já marcados dois jantares com o chef Rui Paula (Casa de Chá da Boa Nova, 2 estrelas Michelin).

Desta feita, são 14 lugares à mesa do Atelier Henrique Sá Pessoa, em Marvila, e o preço destes jantares é de 75,00 euros por pessoa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.