Terra de marinheiros que arriscaram a vida nos frios mares da Terranova e da Gronelândia, o município de Ílhavo assume-se como a “capital nacional do bacalhau”. Durante cinco dias de agosto, de 10 a 14, o “fiel amigo” e seus derivados, preparados e confecionados por associações locais, são o centro das atenções, numa mostra gastronómica onde não faltam vinhos da região demarcada da Bairrada e as famosas padas de Vale de Ílhavo.

O Festival do Bacalhau, instalado no Jardim Oudinot, em Gafanha da Nazaré, integra ainda diversas atividades e espetáculos, pensadas para todas as idades e para todos os gostos, como mostra de artesanato, exposições, concertos de música com presença de artistas nacionais (entre outros, os Sons do Minho, UHF, Bárbara Bandeira, Dulce Pontes), showcookings e outras atividades pensadas para as famílias.

Um programa que inclui a visita ao Navio-Museu Santo André com antigos tripulantes, com a promessa da revelação de histórias do passado da pesca do bacalhau, assim como a apresentação da peça de teatro “Além dos Mares de Fim do Mundo” (11, 12 e 13 de agosto).

Em 2022, o Festival do Bacalhau conta com a Noruega como país convidado. A Norwegian Seafood Council, empresa estatal responsável pela divulgação de um dos produtos noruegueses mais conhecidos em todo o mundo, tem um programa de visita onde, além da montra de produtos alimentares daquele país nórdico, também terá momentos de interação com a indústria local e nacional das pescas, da transformação alimentar e da investigação científica.

Os interessados encontram o programa do festival aqui detalhado.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.