Inspirado no gosto pelas infusões aromáticas de três monarcas portuguesas, o ritual do chá das cinco do Tivoli Palácio de Seteais apresenta uma oferta gastronómica concebida ao detalhe pela nova responsável da pastelaria do hotel, Cíntia Koerper.

A paisagem verdejante de Sintra e a atmosfera romântica do Palácio do século XVIII são o cenário feito à medida para saborear qualquer dos três menus disponíveis do Chá das Rainhas, servido todos os dias a partir das 17h.

As novas propostas da autoria da Chef contemplam desde logo os scones, agora preparados com passas embebidas em rum, seguindo a receita tradicional inglesa, e são servidos com manteiga, compota caseira e crème fraîche. As sandwiches voltam a marcar presença com uma confeção mais elaborada de três sabores à escolha.

A pastelaria tradicional portuguesa, e em especial a de Sintra, continua na carta, com destaque para os travesseiros, as queijadas e os pastéis de nata. Foram ainda adicionadas novas especialidades preparadas pelas experientes mãos da chef Cíntia, como as tarteletes de maçã reineta de Sintra, as madeleines de baunilha ou o financier de amêndoa, entre outras novidades de comer e chorar por mais.

Para Cíntia Koerper “A essência da pastelaria do Tivoli Palácio de Seteais não está apenas na oferta distinta dos nossos produtos, mas em especial na sua qualidade, mais ainda porque não prescindimos de utilizar produtos de época nas nossas receitas, o que confere uma singularidade ao sabor e textura, próprios de uma confeção pensada ao detalhe, que acompanha a história e o património característicos deste espaço".

Em Sintra, os menus de “Chá das Rainhas” são servidos num lugar mágico
créditos: Maria Mattos/Tivoli Palácio de Seteais

"Para o Chá das Rainhas mantivemos o seu conceito original, acrescentando alguns elementos diferenciadores, sobretudo ao nível da pastelaria, a cada um dos três menus e ao mesmo tempo respeitando a tradição de quem procura encontrar os sabores de sempre, mas com um toque especial”.

O chá das rainhas do Tivoli Palácio de Seteais apresenta 3 opões de menu à escolha: D. Maria I, D. Catarina de Bragrança e D. Carlota Joaquina

O cardápio com raízes portuguesas em honra da “Rainha D. Maria I de Portugal”, celebra a primeira vez que D. Maria I de Portugal foi recebida no Palácio, em setembro de 1787, ocasião em que o camarista serviu o chá, segundo a cerimónia da época, com os dois joelhos assentes no chão.

Esta carta é composta por uma seleção de pastelaria de três peças e um chá com inspiração nos jardins de Seteais, o Jasmin Queen.

Já o menu “Rainha D. Catarina de Bragança” foi concebido em honra daquela que se acredita ser a principal autora da introdução deste costume em terras inglesas. O Imperial Lapsang Souchong, conhecido por ser o chá de eleição da rainha, não podia deixar de fazer parte desta segunda proposta, que se completa com uma combinação de scones com manteiga e compotas, finger sandwiches e uma seleção de pastelaria.

Quanto à carta “Rainha D. Carlota Joaquina de Bourbón” tem inspiração na figura emblemática desta rainha, uma verdadeira apaixonada pela moda parisiense. A sua elegância e esplendor estão presentes em todos os elementos desta apresentação de chá, com uma fusão de sabores de pastelaria com assinatura especial da Chef Cintia Koerper e do qual constam também scones com manteiga, compotas caseiras e crème fraîche e a tradicional pastelaria de Sintra.

Chá das Rainhas
Chá das Rainhas créditos: Tivoli Palacio Seteais

Sem esquecer as finger sandwiches, também incluídas neste menu. Acompanha, ainda, um flute de Champanhe e o aromático French Earl Grey, à la mode.

Para além das infusões que compõem cada menu, há também uma completa coleção de chás disponível para saborear, como o chá verde Silver Moon, a mistura de chás pretos English Breakfast, o chá verde japonês Emperor Sencha, o rei do chá das índias Royal Darjeeling, o Red of Africa, o chá vermelho da África do Sul e muitos mais.

A nova chef pasteleira do Tivoli Palácio de Seteais, Cíntia Koeper, graduou-se em gastronomia pela Alain Ducasse Formation de Paris e do Rio de Janeiro, para além de ter estudado cozinha Italiana na Apicius em Florença.

Ao longo da sua carreita teve a oportunidade de trabalhar em conjunto com os chefes Claude Troisgros, Roland Villard e Dominique Guerin e desde há 12 anos que desempenha as suas funções em Portugal.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.