Para o presidente da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal, Henrique Soares, as distinções recorrentes do Moscatel de Setúbal no Concurso Muscats du Monde é o reconhecimento da qualidade da região, na produção deste generoso: “os produtores da nossa região têm sido galardoados, recorrentemente, com grandes prémios neste concurso, considerado o mais famoso e prestigiante para os moscatéis. Isto significa que a Península de Setúbal consegue ombrear com outras regiões mundiais importantes e que os Moscatéis de Setúbal são um verdadeiro tesouro”.

Nesta edição do concurso que premeia a diversidade aromática dos moscatéis, o Venâncio da Costa Lima Moscatel Roxo de Setúbal DOC Reserva da Família 2018, o Adega Camolas Moscatel de Setúbal DO Reserva Barrel Aged 2018, o Adega Cooperativa de Palmela Moscatel de Setúbal DOC 10 anos, o Venâncio da Costa Lima Moscatel de Setúbal DO Rubrica dez anos e o Bacalhôa Vinhos de Portugal Moscatel Roxo de Setúbal DO cinco anos, figuram nos dez melhores. O Adega de Pegões Moscatel Roxo de Setúbal DO – Encostas da Arrábida 2014, o Adega Camolas Moscatel Roxo de Setúbal DO Reserva Barrel Aged 2017, o Casa Ermelinda Freitas Moscatel de Setúbal DO – Superior 2014, o Venâncio da Costa Lima Moscatel de Setúbal DO 2018 e o Bacalhôa Vinhos de Portugal Moscatel Roxo de Setúbal DO - dez anos foram galardoados igualmente com a medalha de ouro.

A 22.ª edição do Muscats du Monde decorreu nos dias 6 e 7 de setembro, na localidade de Entre-Vignes, na região francesa de Occitânia. Durante os dois dias do concurso, foram provados 168 moscatéis oriundos de 19 países, por mais de 55 jurados internacionais. O júri internacional atribuiu 56 medalhas, 38 de ouro e 18 de prata.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.