Já sem brinde, que foi proibido pelas regras alimentares da União Europeia, mas ainda com fava, que atribui a quem calha a responsabilidade de pagar o bolo do próximo ano, o bolo-rei é presença constante à mesa dos portugueses. Desde que se começa a preparar o Natal até 6 de janeiro, dia dos reis, é vê-lo nas pastelarias mais afamadas e em receitas caseiras, fresquíssimo, acabado de fazer; ou em fatias finas e torradas quando já tem uns dias.

A massa de farinha branca recheada com passas, frutos secos e frutas cristalizadas, que lhe dá uma alegria especial, vai conhecendo diversas versões. Alguns exemplos que merecem ser conhecidos são o bolo rei vegetariano; a receita menos colorida do bolo rainha, apenas com amêndoas, nozes e pinhões, sem o cristalizado das frutas mas com um sabor bem intenso; ou a opção do suave bolo princesa, apenas com amêndoa picada.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.