“A cenoura faz os olhos bonitos” deve ser a frase que mais ouvimos quando, desde criança, nos oferecem esta raiz para comermos. É um dos principais alimentos para melhorar a saúde ocular, mas não está sozinha. Alimentos reais, não modificados e de origem nacional, fazem parte da lista de ingredientes-chave para ter “uns olhos bonitos”.

Quando falamos de visão, é importante não a considerar apenas numa perspetiva literal de ver o mundo, as cores, os alimentos, as formas, as paisagens, etc., mas incluir também a capacidade de ser visionário, no sentido de visualizar os nossos valores, crenças, objetivos e rumo de vida. Esta capacidade está associada ao funcionamento do fígado, pelo que os olhos e o fígado estão intimamente ligados. Assim, a saúde ocular também se promove quando temos um fígado saudável.

cenoura
créditos: Green Smiles

Tudo isto se conjuga no prato, pois está claro. Podemos e devemos alimentar os nossos olhos com alguns alimentos específicos. A presença de betacarotenos, de vitamina A, C e E e de luteína são cruciais quando falamos da saúde ocular. No prato, opte por reforçar o consumo dos seguintes alimentos:

Cenoura - Sempre ouvimos que as cenouras fazem bem aos olhos, certo? Fazem-no devido à elevada presença de betacarotenos, um poderoso antioxidante. A cenoura promove a saúde dos olhos, pois atua diretamente na degeneração ocular relacionada com a idade ou redução da visão noturna.

Abóbora - À semelhança da cenoura, a abóbora é rica em betacarotenos, que se convertem em vitamina A no organismo. Tem quantidades interessantes de potássio e minerais como o ferro, cálcio, magnésio e vitaminas B e C. Para além da abóbora, inclua também as sementes na sua alimentação, experimente tostá-las no forno com um pouco de sal - ficam um snack excelente.

abóbora
créditos: Green Smiles

Linhaça - A linhaça é um alimento amigo dos olhos pela elevada presença de ómegas - 3, 6 e 9. E, a isto, associa-se uma boa presença de vitamina E. Quando optar por consumir a linhaça em pó, tenha em atenção ao tempo que já foi triturada para evitar a sua oxidação e, consequente, perda de características benéficas.

Salsa - A salsa é rica em luteína, um carotenoide antioxidante. A luteína concentra-se especialmente nos olhos, daí a importância do seu consumo regular para reforçar a sua função antioxidante, ajudando a retardar a oxidação e o envelhecimento celular.

Couves - As couves, principalmente as de cor mais escura, estão carregadas de ferro. Todas são fontes excelentes de clorofila, para além do elevado nível de presença de fibras, potássio, cálcio, vitamina A e ácido fólico. Especialmente as couves de bruxelas são ricas em betacarotenos, perfeitos para a saúde ocular. As couves são também fontes excelentes de luteína.

couve-lombarda
créditos: Green Smiles

Sementes de Girassol - As sementes de girassol são ricas em vitamina E e zinco, pelo que são importantes sintetizadores de “bom” alimento para os olhos. Inclua-as regularmente na sua alimentação, sejam tostadas como toppings, em salteados ou mesmo em molhos.

Para além destes alimentos, a cebola, o alho e todos os frutos vermelhos, também são bons aliados de uma visão clara, nítida e de qualidade.

Nutrir os nossos olhos com alimentos de qualidade, biológicos e frescos é também muito importante. Deixar de parte a maior quantidade possível de pesticidas, alimentos processados, açúcar e álcool vai ajudar a melhorar a nossa visão (assim como o nosso nível de saúde global, no qual os olhos são parte fundamental).

Varie na base da sua alimentação, promovendo o consumo de diferentes alimentos de forma regular. Evitará a monotonia e promoverá a sua saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.