Um grupo secreto do Facebook chamado "Pantsuit Nation" decidiu vestir literalmente o clássico conjunto usado pela candidata democrata nas suas aparições durante a campanha. O que começou com 50 seguidores tornou-se um fenómeno e já conta com 2,2 milhões de membros. Para entrar no grupo, só com convite.

O "Pantsuit Nation" foi criado por Libby Chamberlain, uma admiradora de Hillary Clinton do estado do Maine. "A Hillary encarna bela e estoicamente a luta das mulheres pela igualdade, e o uso do fato é um emblema da luta", afirmou à CNN.

Hillary Clinton foi criticada e elogiada pelo uso contínuo do mesmo tipo de traje, mas, no final de uma campanha acirrada, a sua roupa converteu-se num símbolo do estilo da ex-secretária de Estado, ex-senadora e ex-primeira-dama.

Até mesmo a estrela pop Beyoncé trocou os vestidos justos e sensuais por um fato num comício de Hillary na semana passada. Os seus dançarinos também usaram roupas similares de cor azul, a cor do Partido Democrata.

Na página do Facebook, seguidores de Hillary partilham histórias pessoais e comoventes e explicam os motivos pelos quais vão votar na candidata.

Uma mulher grávida postou uma foto no centro eleitoral, dizendo que, apesar de estar em trabalho de parto, quis votar antes de ir para o hospital dar à luz.

A popularidade da "Pantsuit Nation" fez o grupo evoluir para um site, além de ganhar contas no Twitter, Instagram e uma página aberta no próprio Facebook.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.