Vivendo num mundo maravilhoso e muito virtual, o processo de design de Ricardo Andrez concentrou-se nos videojogos, modelagem 3D e os NFTs do mundo da arte. O mundo hiper-real ganha forma numa espécie de momento IRL, que tem como consequência a nova realidade, totalmente reenquadrada pela tecnologia. Andrez Studio evoca acabamentos visivelmente crus nas peças de vestuário, mas sem nunca perder a atenção ao detalhe, uma vez que a marca tem confeção nacional. A reconstrução também é predominante e, acima de tudo, uma atualização do DNA da marca. Procurar materiais conscientes nunca foi tão importante como agora no processo criativo, e Andrez apresenta peças-chave em algodão orgânico. Materiais termicamente sensíveis foram usados para criar uma nova atmosfera de acordo com a temperatura de quem os usa. Neste momento, numa indústria supersaturada como a Moda, estamos perante uma nova forma de pensar e criar com “sustentabilidade”. Por isso, para sensibilizar e fazer uma abordagem de slow fashion ao público, esta coleção foi produzida a partir de tecidos deadstock.

As propostas do designer para a próxima primavera/verão 2022:

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.