Se houver sinos, peça ao padre para vos avisar do momento em que estes serão badalados.

Caso gostem da ideia, vejam quem o poderá fazer, pois esta é sem dúvida uma tradição portuguesa. A sua importância está na simbologia.

Os sinos tocam para anunciar algo: no domingo de Páscoa, no Natal… Badalam nas festas em homenagem aos santos padroeiros. Eram os mensageiros da guerra, da paz, de boas e más notícias. Em algumas aldeias assinalavam as horas no tempo em que não haviam relógios. Hoje foram substituídos pela tecnologia.

Mas sabia que estes possuem as sete notas musicais. O toque mais comum é o de Jerusalém, em homenagem à onamatopeia je-ru-sa-lém.

Os católicos dizem que os sinos indicam a presença de Deus nesse local, daí a tradição de que quando se entoa um sino Deus observa e ouve a prece com mais atenção.

O termo sino deriva do latim signum, ou sinal, e era utilizado para os rituais religiosos, um deles era levar os fiéis à missa. Mas também anunciava casamentos, baptizados e falecimentos. Toda a aldeia ficava a saber mediante a melodia entoada qual o acontecimento do dia.

Por Teresa Cotrim

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.