Quando olha para as embalagens de cremes e outros produtos de beleza expostas nas lojas da especialidade, não imagina, na maioria dos casos, o que está por detrás das empresas que os desenvolveram e das formulações que comercializam. Saiba como surgiram e que descobertas e estratégias levaram algumas das marcas preferidas das mulheres portuguesas a tornarem-se num sucesso mundial.

A pioneira na dermatologia

Foi a primeira marca de cosmética criada por um dermatologista, Norman Orentreich, sob o conceito de que a pele ideal pode ser criada. A Clinique surgiu em 1968, em Nova Iorque. Chegou a Portugal antes do 25 de Abril de 1974, mas acabou por sair do país no período da revolução, só voltando em 1988. Passados todos estes anos, a marca mantém-se fiel às origens.

Todos os produtos são alergicamente testados e não contêm perfume. Cada fórmula é aplicada 12 vezes em 600 pessoas. Se uma dessas 7.200 aplicações resultar numa reação alérgica, o produto não é comercializado. Um dos produtos-estrela desta marca é o sistema de 3-Passos para os Cuidados da Pele (limpeza, esfoliação e hidratação), que ainda mantém a fórmula original.

O segredo? «Temos investido na otimização da penetração dos ingredientes na pele e sabemos que apenas uma pequena fração consegue, de facto, penetrar. Em Repairwear Laser Focus, incluímos um sistema de transporte das enzimas que garante que alcancem a sua zona de ação», referiu à Saber Viver Tom Mammone enquanto diretor executivo do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento Clinique.

A marca icónica

Nivea significa «branco de neve» e deriva do latim nix e nivis, que significa neve. O nome foi inspirado na cor do primeiro produto da marca, o famoso creme da latinha azul. Nasceu em 1911, em Hamburgo, na Alemanha. Chegou a Portugal ainda antes da I Grande Guerra, em 1913, pertencendo ao grupo Beiersdorf, que detém marcas como a Labello, a Eucerin ou a La Prairie.

O logótipo da marca é tão singular que a maioria das pessoas reconhece-o, mesmo com a maioria das letras tapadas. «No Test Center são conduzidos mais de 1500 estudos de novas fórmulas de cuidado da pele e de novos ingredientes ativos, envolvendo todos os anos 21 000 contactos com voluntários», revelou, em tempos, João Nogueira da Silva, diretor de marketing de Beiersdorf.

O produto estrela da marca é o Nivea Creme. A sua cor deve-se à presença de eucerit, um ingrediente emulsionante que permitiu, pela primeira vez, misturar óleo e água numa solução estável. O segredo? A composição do azul Nivea, que é um segredo quase tão grande como a fórmula do Nivea Creme.

A cosmética exótica que vem do Brasil

Aproveitando o pouco movimento na sua farmácia, Miguel Krigsner dedicou-se à criação de cosméticos à base de produtos naturais. Batizou-os de O Boticário, antiga denominação de farmacêutico. Nasceu em 1977, em Curitiba. A primeira loja fora do Brasil foi inaugurada em 1986, no Centro Comercial Amoreiras, em Lisboa. Inicialmente eram usadas as campanhas publicitárias criadas no Brasil.

«Estávamos seduzidos pela criatividade e não tão atentos aos detalhes de uma língua comum mas por vezes bem diferente», explicou, em tempos, Daniel Knopfholz, diretor geral O Boticário em Portugal. Hoje, conta com mais de 3.000 lojas no Brasil e cerca de 600 pontos de venda internacionais.

Toda a linha nativa SPA com produtos de corpo, rosto e banho constituem um dos produtos-estrela da marca. O segredo? Aliar tecnologia com riqueza, exotismo e eficácia das matérias-primas do Brasil, como os óleos de açaí, maracujá e guaraná, adorados pela fragrância e toque seco.

Veja na página seguinte: Os segredos de outras das marcas que fazem sucesso no mercado português

Marca com missão anti-idade

RoC resulta das iniciais da farmácia Rogé Cavailles onde nasceu a marca, especialista em cuidados antienvelhecimento. Foi criada em 1957 pelo farmacêutico Jean-Charles Lissarrague, em Paris, a pedido de um grupo de dermatologistas que pretendia produtos hipoalergénicos para os seus pacientes.

Em 1994, foi adquirida pelo grupo Johnson&Johnson. Inicialmente, as fórmulas não continham perfume. Hoje, as fragrâncias são selecionadas pela sua compatibilidade com a pele. Foi a primeira marca a desenvolver um protetor solar com proteção UVA e UVB. A gama Retinol Actif Pur, lançada em 1996, a primeira a incluir retinol são os produtos-estrela da marca.

Um dos últimos grandes lançamentos da marca foi a gama Sublime Energy, a primeira com tecnologia de electroestimulação num creme tópico. O segredo? Em 1995, RoC foi a primeira marca a patentear a estabilização da vitamina A na sua forma mais pura e ativa, o retinol, permanecendo a única marca que produz cosméticos com 0,1% de retinol.

A especialista em coloração

Tornar a beleza acessível a todos para um mundo mais belo é o grande objetivo da L’Oréal Paris, que representa também um grupo que detém muitas outras como a Vichy, a La Roche-Posay, a Garnier, a Lancôme, a Helena Rubinstein e a Biotherm. Em 1907, Eugène Schueller lançou L'Auréale, um produto de coloração para cabelo.

Na altura, a empresa chamava-se Sociedade Francesa de Tintas Inofensivas e só 30 anos mais tarde passou a chamar-se L'Oréal. Com mais de 3.000 investigadores em todo o mundo, o investimento deste grupo na pesquisa cosmética é superior a qualquer outro, o que se traduz na descoberta de grandes ativos, estando o Aminexil e o Pro-Xylane entre os mais conhecidos.

Existem vários produtos-estrela desta marca, nomeadamente as linhas Elvive (nos cuidados capilares), Revitalift, (nos cuidados de rosto) e Color Riche (na coloração). O segredo? Olhar para a beleza numa perspetiva global, adaptando os produtos às necessidades de cada país e de cada fase da vida. As embaixadoras da marca refletem esta diversidade, tanto pelas suas origens étnicas como pelas diferenças de idades.

A marca que defende a beleza real

Do inglês Dove, significa pomba, que é o símbolo da marca, intimamente ligado ao formato do primeiro lançamento, o sabonete Dove. Defensora da beleza autêntica, a marca não utiliza modelos nas suas campanhas, mas sim mulheres reais, sem artifícios nem manipulações informáticas.

Criada em 1957 nos Estados Unidos da América, revolucionou o mercado com o lançamento do primeiro sabonete hidratante. Chegou a Portugal há duas décadas e desde então alargou a sua oferta, que hoje inclui loções hidratantes, desodorizantes, entre outros. Após 18 anos de pesquisa, a marca desenvolveu a tecnologia Nutrium Moisture, presente no gel de banho Visible Care, que melhora a condição da pele.

O sabonete Dove, o primeiro lançamento da marca, com uma fórmula com pH neutro e ¼ de creme hidratante, para impedir que a pele repuxe após o uso é o produto-estrela da Dove. O segredo? «Criar produtos de qualidade, acessíveis a todas as mulheres e que ajudem a melhorar o seu dia a dia, com aquele aroma especial e toque aveludado que fica na pele», justificou, em tempos, à Saber Viver Marta Filipe, brand manager da Dove.

Veja na página seguinte: A fórmula de sucesso de uma das grandes marcas de luxo

A fórmula de sucesso de uma das grandes marcas de luxo

A aliança entre luxo, ciência e inovação define a Dior, lançada com uma abordagem inovadora ao considerar a hidratação o tratamento primordial da pele. No seio da alta costura, Christian Dior Parfums foi criada em 1947, em França, por Serge Heftler-Louiche, um amigo de infância de Christian Dior, no ano em que o costureiro lançou a sua primeira coleção.

O perfume Miss Dior foi o primeiro produto a ser lançado. Em 1955, surge o bâton e, só em 1973, a primeira linha de cuidados de pele, Hydra Dior. A preocupação com a hidratação fez com que, em 2006, Dior se apoiasse na descoberta do papel dos aquaporinos para lançar uma nova gama de hidratação de rosto, Hydraction One Essential.

«É claramente um produto culto», justificou publicamente, na altura, Alexandra Mendonça, relações públicas Christian Dior Parfums. A descoberta do papel dos aquaporinos, por Peter Agre, foi vencedora do Prémio Nobel da Química.

«O segredo dos cuidados de beleza Dior consiste em anos de investigação, na qualidade das matérias-primas usadas, na composição dos produtos e nos resultados», referiu ainda a especialista.

Texto: Vanda Oliveira com Alexandra Mendonça (relações públicas Parfums Christian Dior), Daniel Knopfholz (diretor geral O Boticário em Portugal), João Nogueira da Silva (diretor de Marketing de Beiersdorf), Marta Filipe (brand manager Dove) e Tom Mammone (cientista e doutor executivo do departamento de pesquisa e desenvolvimento da Clinique)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.