Sabemos que, provavelmente, tem um tratamento do qual gosta mais. Um creme favorito ou até uma rotina de beleza que privilegia. Não? Pense lá bem! Contudo, tratar só de fora para dentro talvez não seja suficiente. A frase «Somos o que comemos», muito em voga nos tempos que correm, continua na ordem do dia e comprova que tudo o que ingerimos acaba por ter impacto no nosso organismo.

Numa entrevista à revista Time, o famoso médico Mehmet Oz, antigo colaborador de Oprah Winfrey, salientava que um dos pontos positivos é que atualmente sabemos muito mais como a comida reage no nosso corpo e como certas moléculas afetam funções particulares de células específicas. Logo, já temos o conhecimento para podermos tentar comer de forma mais saudável.

Não será de um dia para o outro mas, a longo prazo, os efeitos far-se-ão sentir. Com os cosméticos certos e uma alimentação saudável e equilibrada, rica em vitaminas e antioxidantes, sobretudo vegetais e frutas, importantes para uma boa pele e sempre com a tónica de que tudo o que é em excesso faz mal. Muitas vezes, o bom senso é meio caminho andado.

Um esforço acrescido para combater o inevitável

Por muito que nos esforcemos, a nossa pele acaba sempre por envelhecer. As marcas da passagem do tempo, que tantas vezes nos incomodam, são inevitáveis. As rugas aparecem e, muitas vezes, surgem também as manchas. Não se esqueça de incluir na sua alimentação frutas e vegetais ricos em antioxidantes que contenham betacarotenos, vitaminas C e E, zinco e selénio.

Devido aos estudos que comprovam que existe uma ligação efetiva entre o que come e a sua compleição, a crescer cada vez mais, sabemos que o que ingere pode afetar o seu humor ou a propensão para o acne (mais ou menos inflamação), o que está diretamente ligado ao envelhecimento. Pode, no entanto, fazer um batido todas as manhãs, acrescentando-lhe clorofila.

Segundo Karen Fisher, autora do livro «Dieta para uma pele saudável», «a clorofila, pigmento verde existente nas plantas, é altamente benéfica para a saúde da pele, pelo que bebidas de clorofila, especialmente tomadas de manhã, são uma mais-valia para estimular o funcionamento dos intestinos e eliminação de substâncias tóxicas», assegura a especialista. Muitos outros, nacionais e internacionais, partilham da mesma opinião.

Veja na página seguinte: O problema das dietas

O problema das dietas

O ideal é esquecer as dietas que vão e vêm e que mudam mês a mês e optar por uma alimentação saudável global. Atualmente, os especialistas defendem que um dos componentes mais importantes para uma pele saudável é escolher produtos lácteos com baixo teor de gordura, que são ricos em vitamina A. Aliás, esta é um dos elementos mais importantes para a saúde das células da pele.

Não ter medo de gorduras é também um bom princípio. As gorduras monoinsaturadas e polinsaturadas (encontradas no abacate, peixe e sementes, por exemplo) contêm ácidos essenciais para uma pele hidratada. No entanto, aqui não existem regras e, por alguma razão, cada vez mais, se ouve falar de dietas personalizadas.

Alimentos a privilegiar

Perceber o que lhe causa irritação na pele é importante e pode fazê-lo, retirando alimentos durante algum tempo da sua alimentação. Porém, diversificar é essencial. Na sua alimentação diária, para retardar os efeitos do envelhecimento, deve ingerir batata-doce. Este tubérculo contém betacaroteno, que se converte em vitamina A quando é digerido e pode ajudar na circulação do oxigénio para a pele.

É mais interessante que a batata normal, porque como é um hidrato de carbono complexo, liberta o açúcar de forma mais gradual. Pode ser cozinhada no forno ou cozida. Outro ingrediente a privilegiar é o abacate. Este fruto é uma fonte de vitamina E que ajuda a melhorar a luminosidade da pele e também contém boas quantidades de vitamina C, que reduz a inflamação.

Estimula a produção de colagénio, melhorando tom e textura e é uma alternativa saudável à manteiga e à margarina, uma vez que não possui glúten. O óleo de abacate é ideal para saladas. Tenha em atenção que metade de um abacate é o suficiente por dia. O alho também integra esta lista. Cada dente está repleto de um químico chamado alicina.

Quando digerido, reage com o sangue e produz um produto capaz de derrotar bactérias e vírus nocivos, incluindo os que causam acne e outras infeções da pele. Quando os comprar, escolha um alho que esteja firme, sem rebentos e armazene-o posteriormente, em casa, à temperatura ambiente, preferencialmente num local escuro e seco.

Veja na página seguinte: Outros alimentos que devolvem beleza e firmeza à pele

Outros alimentos que devolvem beleza e firmeza à pele

As beterrabas sujam as mãos e tingem os dedos. Mas compensam! São ricas em vitamina A, assim como em potássio, sódio, cálcio, magnésio e vitamina E, essenciais para a saúde da pele. Todos combinados tornam-se perfeitos para eliminar toxinas. Faça chips no forno cortando em tiras, temperando com xarope de agave e vinagre balsâmico. Leve-as ao forno durante 30 minutos e deleite-se!

O chocolate é rico em antioxidantes, sob a forma de flavonoides. O ideal é optar pelo mais escuro. Quanto menos adulterado for, maior a concentração de flavonoides, que ajudam a hidratar a pele e a melhorar a circulação. Deve, assim, evitar com leite ou outro ingrediente adicionado, optando preferencialmente por tabletes com alto teor de cacau.

Se acha que só as plantas é que têm de se preocupar com a clorofila, pense melhor. A clorofila é o pigmento verde das plantas, sendo que a bebida é a combinação desse pigmento verde com o óleo de hortelã-comum. Fornece o magnésio necessário ao bom funcionamento cardiovascular e respiratório, contendo ferro e potássio. Impede a anemia, purifica o sangue e é anticoagulante.

Peixes, brócolos e refeições milagrosas

Peixes gordos ou de águas profundas, com elevados níveis de ómega-3, são alimentos anti-inflamatórios que também melhoram a qualidade da epiderme. Salmão, cavala ou sardinha são boas opções. De acordo com alguns estudos, consumir três porções de peixe por semana pode ter influência no seu humor, saúde do cérebro, pele e coração. Parece-nos justificação suficiente.

Forre o tabuleiro do forno com papel vegetal e coloque o peixe em cima, temperado só com um fio de azeite e limão. Polvilhe com funcho e embrulhe no papel. Se quiser, pode acompanhá-lo com brócolos, para potenciar a sua ação. É aqui que damos o braço a torcer e assumimos que as mães têm sempre razão. Comer brócolos é mesmo uma opção inteligente.

São um super-alimento e contêm vitaminas A, vitaminas do complexo B e ainda vitaminas C, E e K, que ajudam a dar luminosidade à pele e a reavivar os tecidos danificados. Além disso, possuem ómega-3 e cálcio. Pode comê-los crus ou cozidos, de preferência a vapor. São o acompanhamento perfeito para carnes brancas e/ou outras proteínas magras.

Veja na página seguinte: O poder dos frutos vermelhos

O poder dos frutos vermelhos

As amoras, os mirtilos, os morangos e as ameixas têm um denominador comum. Todas estas frutas têm um conteúdo elevado de antioxidantes. São também grandes detentores de fibra. Num estudo publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry, estas quatro frutas alcançaram os níveis mais elevados de «capacidade antioxidante total», realçam os autores da investigação.

Nos morangos, um fruto muito apreciado pelos portugueses, encontra maiores quantidades de vitamina C (responsáveis pela ação antienvelhecimento) do que nas uvas ou laranjas. Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition revela que as pessoas que ingerem alimentos ricos em vitamina C desenvolvem menos rugas e têm menos tendência para ter pele seca, relacionada com o envelhecimento.

O funcho, um vegetal de sabor único, ajuda a digestão, reduzindo o inchaço e o excesso de fluidos e toxinas, fazendo maravilhas pela sua pele e cabelo. Encontra-o em chá ou pode optar por fazer umas flores de curgete com ricota e funcho no forno. Além deste, deve também ingerir ovos. Especialmente as gemas, que possuem selénio, zinco e proteína, entre outras vitaminas.

As alcachofras, a couve kale e o chá verde também favorecem um bom desenvolvimento da pele. Em casa ou no trabalho, pode facilmente ingerir esta bebida, um chá rico em polifenois e antioxidantes, perfeito para a pele. Coloque dois sacos de chá a arrefecer no frigorífico e coloque nos olhos durante 10 a 15 minutos. O chá verde contém taninos que ajudam a reduzir o inchaço da pele.

O acne está relacionado com a dieta?

Até recentemente, existia pouca evidência de que o acne estaria ligado à dieta alimentar diária. No entanto, de acordo com a Academia Americana de Dermatologia, novos estudos sugerem que certos alimentos podem piorar ou melhorar o acne, devendo por isso ser evitados. Alimentos com elevados níveis de glicemia parecem conduzir ao aparecimento desta doença.