Um estudo realizado por pesquisadores americanos sugere que os homens detectam a traição com mais facilidade do que as mulheres, divulga a BBC.

A equipa, da Virginia Commonwealth University, EUA, afirma ainda que os homens são mais desconfiados da infidelidade, mesmo quando não estão a ser traídos.

O pesquisador Paul Andrews e uma equipa de especialistas entrevistaram 203 casais heterossexuais com questionários confidenciais.

Eles perguntaram aos voluntários se já tinham sido infiéis e também se suspeitavam ou sabiam que tinham sido traídos. Cerca de 29%  dos homens admitiram já ter traído.

Entre as mulheres, o índice foi de 18,5%. O estudo, publicado na revista científica New Scientist, concluiu que, além de trairem mais, os homens também são mais perspicazes a captar sinais de infidelidade.

Refere a BBC que os homens detectaram 75% dos casos de traição, enquanto que as mulheres identificaram apenas 41%. Além disso, eles também apresentaram uma tendência maior para desconfiar das parceiras, mesmo quando elas não eram infiéis.

Para Paul Andrews, esse comportamento tem uma explicação evolutiva, já que, ao contrário das mulheres, os homens nunca podem ter 100% de certeza sobre a paternidade dos seus filhos.

«Quando a mulher é infiel, o homem pode perder a oportunidade de reproduzir, e acabar por investir os seus recursos para criar uma descendência de outro homem», diz o pesquisador.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.