Na primavera, o sangue altera-se. Uma frase que se repete de forma compulsiva quando chega esta época do ano mas que corresponde fielmente à realidade. Segundo Valérie Tasso, reconhecida escritora e sexóloga da Dolce Love, “com a chegada da Primavera, a frequência das relações sexuais aumenta em média 30% em relação ao inverno”.

Não se trata de uma casualidade, já que, de acordo a sexóloga, existem cinco razões fundamentais pelas quais a libido desperta nestes meses:

  1. A primeira das razões é o sol. A mudança que se produz com o aumento da luminosidade e da temperatura tem implícita uma alteração no estado de espírito, desajustando a nossa atividade hormonal. Para além disso, a luz estimula a produção de serotonina. Esta situação permite que sejamos mais comunicativos e muito mais recetivos a relações sexuais.
  1. Outra das razões é a temperatura e o vestuário. Com o aumento da temperatura aproveita-se mais a vida no exterior, sendo o vestuário mais ligeiro e menos aborrecido. Mostrar mais a sensualidade dos corpos sem dúvida influencia a libido, fazendo disparar os instintos sexuais mais adormecidos durante o inverno. Deixar correr a imaginação com um vestuário mais ligeiro é obra do efeito hormonal da primavera.
  1. Sem dúvida, o terceiro elemento que faz crescer a vontade de sexo na população se deve a questões de aroma e de hormonas. A temperatura faz com que os perfumes intensos se conservem durante mais tempo e que se misturem com a maior secreção de feromonas produzidas nesta época do ano. Este cocktail influencia decisivamente o estado de espírito e o interesse por relacionar-se com outras pessoas, aumentando o desejo de forma exponencial quando a oxitocina ou a dopamina também marcam presença. Pode-se dizer que a influência do aroma no incremento do desejo sexual é inerente à questão hormonal.
  1. As viagens e as escapadelas de lazer fomentam o desejo sexual nesta época do ano. A quarta razão passa por um aumento notável das escapadelas em casal para disfrutar da companhia um do outro e receber com alegria e bom sexo a chegada do bom tempo. Está demonstrado que a libido primaveril estimula a imaginação e o desejo de praticar sexo fora dos ambientes habituais do dia-a-dia. Jacuzzis, terraços, habitações rurais de charme… qualquer ambiente distinto do quotidiano é válido para o sexo primaveril.
  1. E, finalmente, a alimentação resulta num elemento importante no despertar do nosso instinto sexual. Nos meses de primavera e de verão aumenta a ingestão de frutas que estimula e ativa o desejo sexual. O abacate nas saladas, os figos, a banana e inclusive a baunilha nas sobremesas são alguns exemplos de alimentos que potenciam a energia sexual e despertam os instintos mais primários.

Um dos dados curiosos da primavera é o crescimento da venda de artigos eróticos em 25% em relação ao inverno. Ou seja, há mais brincadeiras e estímulo das relações em casal com recurso a acessórios, jogos e roupa erótica.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.