A exposição solar moderada é benéfica e conhecida pelo seu papel na síntese da vitamina D, um importante aliado do sistema imunitário que é essencial ao crescimento, desenvolvimento e estado de saúde das crianças e adultos. Porém, a exposição à radiação ultravioleta acarreta riscos, sobretudo quando não é acompanhada de medidas de proteção.

– A radiação infravermelha da luz solar é invisível mas pode causar insolação e desidratação;

– A exposição à radiação ultravioleta A (UVA) contribui para o risco de cancro cutâneo e envelhecimento prematuro da pele;

– A exposição à ultravioleta B (UVB) pode provocar queimaduras solares, cataratas e enfraquecer o sistema imunitário.

Proteja a pele, respeite o oceano

Eau Thermale Avène está comprometida em oferecer a melhor proteção solar para a sua pele enquanto minimiza o impacto ambiental dos seus produtos através da iniciativa Skin protect Ocean Respect.

Por isso, os filtros solares da marca obedecem a uma série de princípios:

- São não ecotóxicos;

- Não têm impacto nos corais, fitoplâncton e zooplâncton;

- São compostos por fórmulas ecológicas que respeitam o meio ambiente;

- Não têm filtros hidrossolúveis,

- Pressupõem uma seleção rigorosa dos ingredientes e água termal d'Avène;

- Têm proteção muito elevada;

- São seguros em pele sensível;

- Protegem o ADN;

- Testados dermatologicamente.

Evite a exposição prolongada ao sol e, sobretudo, tenha em atenção

- Evitar a exposição solar entre as 11 e as 17 horas;

- As crianças com menos de seis meses não devem ser sujeitas a exposição solar e deve evitar-se a exposição direta de crianças com menos de três anos;

- Sempre que andar ao ar livre, usar roupas que evitem a exposição direta da pele ao sol, particularmente nas horas de maior incidência solar;

- Usar chapéu, de preferência, de abas largas e óculos que ofereçam proteção contra a radiação UVA e UVB. Esta proteção aplica-se, também, às crianças;

- Usar sempre protetor solar com um índice adequado à idade e ao tipo de pele, de preferência, igual ou superior a 30, e renove a sua aplicação sempre que estiver exposto ao sol (de 2 em 2 horas), especialmente se estiver molhado ou se transpirar bastante. Quando regressar da praia ou piscina voltar a aplicar protetor solar, principalmente nas horas de calor intenso e radiação ultravioleta elevada;

- Aumentar a ingestão de líquidos (água ou sumos de fruta naturais, sem adição de açúcar);

- Os sintomas das queimaduras são pele vermelha, dolorosa e anormalmente quente, após a exposição solar. Após a queimadura pode ocorrer febre, bolhas na pele e dor intensa nas regiões afetadas.

Regras na praia

As alturas do dia mais recomendadas para uma exposição solar segura são o início da manhã, até às 11h00, e o final da tarde, depois das 17h00. Tome nota destas recomendações:

  • Aplicar protetor solar com generosidade 30 minutos antes da exposição e renovar a aplicação de duas em duas horas ou sempre que for à água;
  • Estando na água ou molhado, ter sempre em mente que o sol também queima;
  • Espalhar o protetor pela pele exposta e não exposta (por baixo do fato de banho), com especial atenção aos lábios, orelhas, pescoço, ombros, mãos, pés e zona atrás dos joelhos;
  • Reduza ao mínimo os períodos de exposição direta ao sol, evitando sempre as horas de maior intensidade da radiação ultravioleta;
  • Se a pele ficar vermelha, aplique um creme hidratante sem álcool e evite exposição solar direta nos restantes dias;
  • Tenha sempre água para oferecer à criança ao longo do período de praia.

Protetor solar: como escolher?

Os protetores ou filtros solares funcionam como uma barreira de proteção extra contra a radiação solar, permitindo uma exposição solar com menor risco de queimadura. Deve ser escolhido um específico para crianças, que ofereça um fator de proteção elevado, que seja hipoalergénico, resistente à água e que confira defesa contra as radiações UVA e UVB.

Avène Eau Thermale

Existem essencialmente dois tipos de filtros solares:

  • Os físicos ou minerais, que refletem a luz solar, são mais eficazes e como tal recomendados em crianças mais pequenas; são também menos alergénicos;
  • Os químicos, que contêm substâncias que absorvem a radiação solar, sendo cosmeticamente mais agradáveis.

Os filtros solares são identificados também pelo seu fator de proteção. Numa pele mais sensível, tal como a das crianças, deve optar-se por um fator de proteção mais elevado para minimizar o risco de queimadura solar.

Sabia que também há forma de ajudar o meio ambiente nesta escolha? Alguns protetores solares poluem o oceano, porém alguns laboratórios fornecem no mercado alternativas cada vez mais eco-responsáveis a partir de fórmulas sustentáveis.

Em caso de queimadura solar, recomenda-se

  • Evitar nova exposição ao sol;
  • Aplicar compressas com água termal e um creme reparador;
  • Não rebentar as bolhas;
  • Não aplicar álcool, manteiga ou óleos gordos;
  • Contactar o médico, sempre que necessário.

Quiz

Será que sabe mesmo tudo sobre proteção solar?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.