Estas ofertas representam um gasto médio de cerca de 29 euros por unidade, mais sete euros quando comparado com 2017. No ano passado, os portugueses planeavam oferecer presentes a seis pessoas e gastar em média 22 euros em cada prenda.

89% irão celebrar esta altura de festa em casa, 65% dos quais em casa própria e 32% em casa de familiares.

9% dos inquiridos tencionam fazer um período de férias fora de casa, com 6% a referir que esta época festiva é uma boa ocasião para viajar e 3% para reencontrar a família.

Entre os que optam por férias nesta época, apenas 16% referem preferir o estrangeiro, com a grande maioria (84%) a optar por ficar em Portugal. Em território nacional, o destino é maioritariamente a região Norte do país (37%), seguido na preferência pelo Sul de Portugal (30%). As ilhas constituem também um forte apelativo, com 26% a indicarem esta opção. A Região Centro é a que menos atrai, ao não ultrapassar os 7%.

No entanto, verifica-se uma quebra para quase metade desta intenção quando comparado com o manifestado em 2017 (16%). Uma das principais razões apresentadas para o efeito é a falta de disponibilidade financeira, que aumenta dos 14% de 2017 para 22% em 2018.

O Observador Cetelem Natal 2018 tem por base uma amostra representativa de 600 indivíduos residentes em Portugal Continental, de ambos os sexos e com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos. O trabalho de campo foi realizado 24 a 27 de setembro pela empresa de estudos de mercado Nielsen para o Observador Cetelem.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.