A Associação Coração Sem Fronteiras lança o projeto “Padrinhos Sem Fronteiras" destinada a melhorar a qualidade de vida da população da Guiné-Bissau através do apadrinhamento de um parto ou de uma criança.
Joel Fonseca, presidente da direção da referida associação, salienta que “na Guiné-Bissau o acesso à educação corresponde a uma realidade de somente 12,3% da população e apenas 6% tem acesso a métodos contracetivos. O nosso objetivo consiste em melhorar as condições de vida das mães e das crianças guineenses, o que é possível através da iniciativa “Padrinhos Sem Fronteiras””.
Ao juntar-se à iniciativa “Padrinhos Sem Fronteiras” pode apadrinhar um parto, garantindo que uma mãe e o seu bebé tenham todos os cuidados e meios indispensáveis para um parto seguro.
Para se juntar a esta iniciativa do “Coração Sem Fronteiras” e ajudar a população guineense, basta efetuar o pagamento do valor calculado pelo Orfanato Casa Emanuel para o apadrinhamento á distância que é de 20€ e do Hospital Comunitário Emanuel e para o apadrinhamento do nascimento de um bebé que é de 40€.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.