Focada em educar sobre o AVC nas comunidades, sensibilizando para a importância de um reconhecimento precoce dos seus sintomas, a campanha “Fast Heroes 112” está a tentar bater o recorde de maior álbum de fotografias online de pessoas com máscaras de super-heróis.

Para participar, basta aceder ao site oficial e tirar ou enviar uma fotografia com uma máscara de super-herói. Se não tiver nenhuma, pode imprimir e recortar a máscara aqui. Cada pessoa pode submeter várias fotos, desde que todas sejam diferentes.

A Iniciativa “Fast Heroes 112” é uma campanha premiada, que se foca nas crianças entre os 5 e os 9 anos e usa os super-heróis como tema de forma a melhorar o reconhecimento dos sinais de AVC, bem como a necessidade de ação rápida.

A campanha aproveita o incrível entusiasmo das crianças por aprender e partilhar, incentivando a disseminação do conhecimento para o resto da sua família, especialmente os seus avós.

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é a principal causa de morte em Portugal, sendo uma das principais razões pelas quais as crianças perdem os seus avós. No entanto, estas consequências poderão ser evitadas se os doentes conseguirem chegar a tempo ao hospital, recebendo o tratamento adequado o mais rapidamente possível.

“Para sensibilizar e prevenir o AVC estamos a implementar os projetos de educação, formação e partilha da iniciativa Fast Heroes. O nosso maior objetivo é educar as crianças, entre os 5 e os 9 anos, em relação aos principais sintomas de AVC e à necessidade de uma ação rápida, chegando às suas famílias e escolas. Afinal, as primeiras horas são cruciais, uma vez que a janela temporal que garante a eficácia dos principais tratamentos dura apenas algumas horas.” refere José Castro Lopes, médico neurologista e Presidente da Direção da Sociedade Portuguesa do AVC.

Apesar de constituir um problema de saúde pública, muitos doentes não sabem identificar os sintomas de um AVC ou não os consideram suficientemente graves para chamarem uma ambulância, pedindo primeiro ajuda a familiares, amigos ou até médicos de clínica geral. É aqui que entra a campanha “Fast Heroes 112”: para evitar que seja perdido tempo crucial de forma desnecessária.

Esta campanha tem ainda uma “Grande Missão”: recrutar um milhão de crianças de todo o mundo para que estas aprendam mais sobre o AVC e ajudem a salvar os seus avós. Para isso, conta com recursos educacionais divertidos, envolventes e interativos, ensinando-lhes, para além das capacidades práticas para salvar vidas, um pouco mais sobre empatia e amor.

“Melhorar o reconhecimento dos sintomas mais frequentes do AVC e ensinar à população geral que o AVC é uma emergência são dois dos grandes objetivos desta campanha. Infelizmente, estes objetivos não são fáceis de alcançar, uma vez que a idade média de pessoas que passam por um AVC é de 70 anos, o que dificulta o alcance de campanhas de awareness. Como tal, esta iniciativa procura chegar ao maior número de crianças, tendo como objetivo muni-las de conhecimento, tornando-as num veículo de educação para os seus familiares.” explica José Castro Lopes.

Desenvolvida em parceria com o Departamento de Políticas Educativas e Sociais da Universidade da Macedónia, a iniciativa conta ainda com uma gama de atividades para serem implementadas em escolas e desenvolvidas à volta de quatro super-heróis: Francisco (a Face), Fernando (a Força), Fátima (a Fala) e Tomás (a Tempo).

Desta forma, as crianças têm como missão educar pelo menos dois Grandheroes, através de diversas atividades programadas. Além disto, devem ainda educar o resto da família, incentivando-os a participarem nas atividades.

“Se as pessoas souberem reconhecer os sinais de alerta do AVC, os chamados 3 F’s (falta de Força num braço, desvio da Face e dificuldade na Fala) e, perante o aparecimento de um deles, acionar de imediato o 112, será possível encaminhar os doentes rapidamente para os hospitais capazes de administrar os tratamentos adequados.” reforça José Castro Lopes.

A iniciativa conta com o apoio da Organização Mundial de AVC, da Sociedade Portuguesa do AVC e da Iniciativa Angels. Até agora, além de estarem disponíveis em português, os materiais “FAST Heroes 112” foram ainda adaptados para a Rússia, Letónia, Eslováquia, Hungria, Bulgária, Grécia, Itália, Espanha, Alemanha, Brasil, Canadá, Islândia, África do Sul, Singapura e Taiwan.

Para participar na campanha, basta ir a www.fastheroes.com e registar-se como Embaixador FAST Heroes.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.