De acordo com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto, a escola localizada na zona do Bessa, no Porto, foi evacuada por precaução após uma aleta registado às 09:45.

Cerca das 11:00 a mesma fonte não podia ainda precisar se a situação estava ou não resolvida.

“Não se verificou fuga de gás, mas os alunos saíram por precaução”, indicou o CDOS do Porto.

A Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Clara de Resende publicou cerca das 10:30, na rede social Facebook, ainda não estar definido se haverá aulas à tarde.

“Ainda não sabemos se há aulas à tarde. Vamos atualizando. Em primeiro lugar, está a segurança dos nossos filhos”, lê-se na publicação.

Na mesma página do Facebook foi publicada uma comunicação da diretora da escola, a qual refere que, “na sequência de um assalto à escola no fim de semana”, foi necessário “fechar a água e o gás pelo que a escola se encontra encerrada”.

Na mensagem, a diretora refere também que todos os alunos foram retirados “para o exterior da escola com a ajuda dos agentes da Escola Segura”.

“Foram acionadas as equipas competentes para solucionar tal situação. Por favor, divulgar esta situação aos encarregados de educação”, termina a nota.

Já a PSP do Porto indicou que em causa esteve uma falta de energia detetada no refeitório no fim de semana e que esta situação gerou “acumulação de gases”, tendo tornado o refeitório da escola “inoperacional”.

No local estão os Bombeiros Sapadores do Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.