"É muito especial. Partilhar a minha paixão com as crianças e com pessoa com deficiências, que nunca teriam capacidades de surfar na vida, e partilhar o oceano com eles é tão bom, tão especial", disse Garrett McNamara.

Habituado à adrenalina das ondas gigantes, o mar hoje em Carcavelos era o ideal para divertir. "Não interessa as ondas, basta que estejam dentro de água, na água salgada, e, na verdade, estas ondas até são boas para aprender numa prancha grande", adiantou.

Com a simpatia e disponibilidade que já lhe é reconhecida, McNamara falou com todos, ajudou quem pediu e revelou as crianças são a sua inspiração. "Gosto de trabalhar com todas as crianças, mas estas são especiais. Eles merecem uma oportunidade, um dia incrível na praia", afirmou.

Afastado do mar há algum tempo, depois de uma lesão no ombro, McNamara disse que a recuperação está a ser rápida e que nos próximos dois meses estará a treinar para em outubro regressar a Portugal e surfar as ondas gigantes.

De mãos na cintura, a olhar para o horizonte, as 36 crianças da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa já sabiam a postura a ter fora de água, mas a verdadeira diversão era no mar. "Foi maravilhoso. Estava com um bocado de receio e estava um bocado nervoso de estar ao pé de uma estrela, mas eu fui lá e foi maravilhoso porque tive apoio de todos os monitores e ao lado dele (McNamara) senti-me mais seguro", contou Saimi.

Apesar de não ter sido muito bem sucedido a pôr-se de pé em cima da prancha, o jovem de 19 anos mostrou-se muito feliz com a oportunidade.

"Isto é uma oportunidade que nem todos têm e por isso temos de aproveitar ao máximo. Somos jovens, estamos aqui sem pagar nada e é uma ajuda que temos de saber valorizar e é uma oportunidade única para nos divertirmos nas férias", acrescentou.

Também para Sara, de 16 anos, esta foi a primeira vez que tentou surfar.

"É difícil mas é bom. Divertimo-nos e aos poucos podemos até aprender a surfar", contou.

A iniciativa está inserida no projeto Buondi Surf Sessions, que oferece aulas de surf, de norte a sul do país, a quem nunca ousou ou teve oportunidade de experimentar ou até mesmo a quem quer experimentar pela segunda vez.

Teresa Roseta, coordenadora do projeto, explicou que pretende-se também divulgar o surf e por isso encontrou o "casamento perfeito" com a participação de Garrett McNamara.

"Além das crianças e das pessoas com mobilidade reduzida, também os banhistas que estejam na praia poderão ter a oportunidade de experimentar fazer surf", referiu.

A oportunidade vai agora seguir para a Praia Troia - Bico das Lulas Setúbal, com aulas de paddle surf. Depois vai ainda passar pela Praia da Vila, na Nazaré, Praia de Matosinhos, no Porto, Praia do Cabedelo, Figueira da Foz, Praia da Foz do Lizandro, na Ericeira, Praia Grande, em Sintra, Praia de São João, na Costa da Caparica, e, por fim, a 07 de agosto, na Praia do Amado, no Alentejo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.