A Dinamarca, primeiro país europeu a reabrir as creches e escolas do ensino básico, decretou o encerramento dos estabelecimentos a 12 de março para conter a propagação do novo coronavírus.

Porém, as aulas foram retomadas apenas na metade das cidades dinamarquesas e em 35% dos centros de ensino de Copenhaga.

As demais devem reabrir as portas após a adaptação dos locais às regras de saúde instauradas para combater a pandemia de COVID-19.

Em princípio, todos os centros de ensino do país devem estar abertos até 20 de abril, o mais tardar.

O governo anunciou que as escolas poderiam retomar as atividades desde que garantissem "o distanciamento e a lavagem das mãos".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já provocou mais de 124 mil mortos e infetou quase dois milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, cerca de 413.500 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.