Quase 25% dos autores de crimes de abuso sexual de menores entre 2014 e 2016 foram condenados a pena suspensa. Entre um total de 696 condenações, os juízes optaram por esta via 523 vezes, revelam dados divulgados pelo Ministério da Justiça.

Maus tratos em crianças e jovens: quais são os sinais de alerta?
Maus tratos em crianças e jovens: quais são os sinais de alerta?
Ver artigo

A notícia é avançada hoje pela Rádio Renascença. Em 2015, apenas 15 abusadores foram condenados a prisão efetiva, sendo que 203 beneficiaram de pena suspensa.

Em 2016, do total de 267 condenações, apenas 85 abusadores sexuais de menor foram parar à cadeia, informa ainda a referida rádio.

Violência doméstica com mais penas suspensas

Apesar do risco que representa para a vítima o agressor estar em liberdade, os crimes de violência doméstica também estão entre aqueles em que mais é aplicada a pena suspensa. Em 2014, houve 73 condenados por violência doméstica a cumprir pena de prisão. No total, 138 beneficiaram de pena suspensa, simples ou sujeita a obrigações ou deveres, como trabalho comunitário ou manutenção de distância física das vítimas.

No entanto, em 2015, esta desproporção é ainda maior: apenas 15 agressores ficaram detidos e 203 obtiveram uma sentença que os pôs em liberdade.

Já em 2016, do total de condenados por violência doméstica, 1.390 conseguiram pena suspensa e somente 95 cumpriram pena efetiva.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.