O presidente da Câmara, Fernando Barros, disse hoje à Lusa que espera ter o regulamento pronto para ser apreciado e votado na sessão de fevereiro da Assembleia Municipal.

A ideia é atribuir aos casais residente neste concelho do distrito de Bragança um apoio de 1.500 euros por cada filho, que subirá para 2.500 a partir do terceiro filho.

“Se o nosso problema é o despovoamento, devermos ajudar os casais”, defendeu o autarca.

Segundo explicou, “parte do valor é pago à cabeça, em dinheiro, e o restante em géneros e bens necessários”.

Esta será mais uma medida a incluir na ação social do município que, como recordou o autarca, tem já em vigor outros apoios sociais.

O município de Vila Flor é um dos que ajuda os doentes oncológicos, numa região onde os tratamentos e consultas da especialidade obrigam a deslocações de centenas de quilómetros ao Porto ou a Vila Real.

O presidente explicou que nesta área o município “presta apoio caso a caso conforme as necessidades apresentadas e em complemento ao apoio prestado pelo Serviço Nacional de Saúde”.

A autarquia vai complementar também os apoios estatais na área da Educação, oferecendo os livros escolares a todos os alunos até ao nono ano e continua a fornecer refeições gratuitas no primeiro ciclo e jardins-de-infância.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.