“Confirmamos que ontem [quarta-feira], a PSP respondeu a uma ocorrência no Politécnico, que envolveu um docente e um discente”, disse à agência Lusa o porta-voz da Direção Nacional da PSP, intendente Nuno Carocha.

O responsável adiantou que a agressão, registada no decorrer de uma aula, foi perpetrada por um aluno, com 25 anos, a um professor, com 55 anos.

“Desconhecemos as motivações [que estiveram na origem da agressão], que irão ser apuradas no inquérito”, rematou.

Contactado pela Lusa, o presidente do IPG, Joaquim Brigas, disse que “oficialmente” ainda não recebeu a notificação do incidente.

O responsável desconhece o que se passou e aguarda pela informação da direção da escola para agir “de imediato”.

“Estou à espera da notificação para imediatamente ser aberto um processo disciplinar”, garantiu Joaquim Brigas.

Na opinião do presidente do IPG “é de repudiar toda e qualquer forma de violência, sobretudo num espaço escolar, que é um espaço de aprendizagem e de boa conduta”.

A agência Lusa também contactou o presidente da Associação Académica da Guarda, Pedro Lopes, que não se pronunciou sobre o assunto.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.