É uma doença que chega sem avisar, e que transforma a vida para sempre. É uma doença que não tira férias e que está presente todos os dias, mesmo nos que não nos apetece, ou temos paciência para cuidar dela. É uma doença que requer atenção, que não dói mas que maltrata, e que desafia a nossa persistência e resiliência diariamente.

É uma doença, que como todas as outras doenças crónicas, exige mais psicológica e emocionalmente do que fisicamente. É uma doença que sozinhos e sem apoio, fica mais pesada.

No entanto, é também uma doença que não nos torna diferentes, apenas exige atenção. É uma doença que não impede de brincar, de ser feliz, de fazer amigos, de poder viver uma vida completa e em pleno. É uma doença em que a criança é e continua a ser uma criança, mas para que isso aconteça de forma leve é preciso que todos saibam e conheçam esta doença.

Por esta razão, é preponderante que o tema da diabetes seja falado e abordado nas escolas.

Ao falarmos sobre temas como este, estamos não só a formar os mais novos para serem abertos a acolher e aceitar realidades diferentes das suas, como ajudamos muito as crianças que já sofrem da doença a sentirem-se mais acolhidas, compreendidas e não estigmatizadas. É importante desmistificar as doenças, e falo da Diabetes, pois eu própria a tenho desde os seis anos de idade.

Percebo a importância que tem para uma criança ter à sua volta pessoas e amigos que a compreendam e a ajudem. Ter esse apoio faz toda a diferença na autoimagem, na aceitação e no futuro, pois é na infância que criamos as bases e a estrutura que nos suporta na vida.

Criar uma estrutura em que a doença é apenas uma característica, que está integrada na vida, cria uma aceitação da própria patologia e faz com que o desenvolvimento e crescimento seja mais harmonioso, sem esconder, ou lutar contra, por medo ou vergonha.

Assim, e em conjunto com a Fundação Ernesto Roma, a Sanofi, a associação EPIS e a Cultura Editora, quis fazer isso acontecer. Oferecemos 500 livros a 500 escolas do primeiro ciclo, para que muito meninos e meninas possam saber o que é a Diabetes.

Acredito que com ações como esta, ajudamos não só os meninos com Diabetes, mas também contribuímos para a formação de todos.

Um artigo de Catarina Mendanha, autora do livro ‘Maria descobre a diabetes’.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.