Uma comissária de bordo da Alaska Airlines salvou uma adolescente de uma rede de tráfico humano ao deixar uma mensagem secreta para a vítima numa das casas de banho do avião onde seguiam, escreve o NY Daily News.

Shelia Fedrick pressentiu algo de estranho quando deu de caras com uma jovem menina, de 14 anos, despenteada, loira e um pouco suja ao lado de um homem mais velho, bem vestido e de cara fechada.

Shelia Fedrick, Alaska Airlines
Shelia Fedrick, Alaska Airlines créditos: DR

A funcionária da companhia de aviação tentou puxar conversa com ambos, mas o homem respondeu por monossílabos e descartou qualquer possibilidade de diálogo.

Shelia Fedrick aproveitou o momento em que a jovem se dirigia para a casa de banho para lhe deixar um bilhete no interior da mesma. Ao que a menina respondeu: "Preciso de ajuda".

A comissária alertou, de imediato, o piloto e assim que o avião aterrou em São Francisco o homem foi detido para interrogatório.

O caso foi revelado numa ação de formação da organização sem fins lucrativos Airline Ambassadors que visou dar pistas sobre como reconhecer potenciais casos de tráfico humano.

Segundo dados citados pelo jornal NY Daily News, o tráfico de seres humanos aumentou 35,7% nos Estados Unidos em 2016.

A Agência de Imigração e Alfândega daquele país detetou em território americano mais de 400 casos de vítimas exploradas para trabalho forçado ou trabalho sexual.

Veja aindaBebé de 2 anos salva irmão gémeo preso debaixo de armário

Saiba maisHomem doa metade do fígado para salvar desconhecida. Depois casa com ela

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.