É normal durante a gravidez começar a notar inchaço em algumas partes do seu corpo especialmente nas pernas, pés, tornozelos, mãos e cara. Este inchaço denomina-se de edema, que é o resultado de sangue a mais a circular no seu corpo durante a gravidez, ou seja, o útero começa a pressionar as suas veias pélvicas, assim como, a sua veia cava fazendo com que a circulação desacelere e o sangue se acumule. Outro dos problemas que surge na gravidez é o facto de algumas mulheres reterem líquidos o que ainda contribui mais para o inchaço.

Normalmente as mulheres que têm bebés no verão costumam ficar mais inchadas do que as que só têm no inverno. Mesmo assim, o inchaço é muito frequente e comum nas mulheres grávidas, mas tenha atenção se se sentir muito inchada principalmente na região da cara e das mãos e fale com o seu médico porque pode tratar-se de algo mais grave como um sinal de pré-eclâmpsia, que é um problema grave.

A idade e o facto de a mulher já ter tido filhos influenciam ainda mais o inchaço, porque com o passar do tempo a circulação já não funciona da mesma maneira e quanto mais filhos a mulher tem mais o seu aparelho circulatório fica prejudicado. Alguns fatores que também podem ser prejudiciais são a grávida estar acima do peso, estar à espera de gémeos, ser fumadora ou ter engravidado através de inseminação artificial. Surge assim a importância de a mulher levar uma vida saudável, alimentando-se de forma correta e fazendo exercício regularmente.

Vamos então dar-lhe algumas dicas que a vão fazer sentir-se melhor:

- No que diz respeito à alimentação, para ajudar a diminuir o inchaço opte por consumir alimentos ricos em potássio como as bananas, pois estas ajudam a minimizá-lo porque o potássio mantém os níveis da água no corpo equilibrados.

- Tente não colocar sal nos alimentos, é muito propício a causar inchaço assim como retenção de líquidos.

- Em relação à cafeína esta é outra das coisas que precisa de evitar, porque além de fazê-la inchar também reduz os níveis de fluído no seu corpo, desidratando-a. Tendo isto em conta opte por beber mais água, pelos menos 2 litros por dia. Vai fazer-lhe muito melhor e ajuda-a na descarga de toxinas, aliviando a retenção de líquidos bem como o desconforto que estes proporcionam.

- Para aliviar o inchaço nos pés descanse com frequência e coloque-os elevados sempre que possível. Em relação aos sapatos, escolha modelos confortáveis que não a magoem e não se preocupe se tiver de usar um ou dois tamanhos acima, depois da gravidez, em princípio, retorna ao seu número normal. A verdade é que há grávidas que aumentam mesmo o pé e nunca mais voltam ao tamanho anterior.

- No que diz respeito às roupas deve escolher partes de cima largas que não lhe apertem os pulsos, assim como, calças que não lhe apertem os tornozelos. As roupas mais justas tendem a fazer o seu corpo inchar pois limitam-lhe a circulação do sangue. Não se esqueça que existem meias de descanso que a ajudam a reduzir este problema nas pernas.

- Faça caminhadas regularmente, natação, hidroginástica ou bicicleta ergométrica. Vai fazer com que o inchaço diminua, bem como ajudá-la a fazer a dilatação.

- Existem também outros métodos que a auxiliam a reduzir o inchaço, mas precisa de pedir conselhos ao seu médico, como por exemplo, o uso de compressas frias. Normalmente são aplicadas na área que sente mais inchada, 3 vezes por dia durante aproximadamente 15 a 20 minutos, deve colocar uma toalha por cima da pele e a compressa por cima desta, para não correr o risco de queimaduras na sua pele.

- Se pretende investir um pouco mais, experimente a drenagem linfática, mas tenha em atenção que o especialista deve ter conhecimento em realizar o tratamento a mulheres grávidas, para não a prejudicar ainda mais. Esta drenagem vai estimular os seus gânglios que ao serem massajados vão fazer com que a circulação sanguínea  seja favorecida bem como ajudar reduzir a tensão e as suas dores musculares.

Por fim, não se preocupe se continuar a sentir-se inchada após o parto, pois o sangue que estava na sua placenta volta para si depois do bebé nascer, a isto os médicos dão o nome de "Redistribuição do Líquido". Mas fique descansada porque passados alguns dias com uma alimentação equilibrada e com amamentação regular o seu inchaço vai acabar por desaparecer. O que pode ficar do edema são a incidência de varizes e em alguns casos o aparecimento de hemorróidas.

Tirando tudo isto aproveite ao máximo a sua gravidez até porque é a melhor coisa do mundo!

Leia mais:

Revolução pós-parto: o que pode fazer para corrigir os estragos provocados pela gravidez

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.