Todos nos lembramos de alguma vez termos dito aos nossos filhos que algo não podia ser feito, mas passados apenas minutos percebemos que foi um erro e que deveríamos voltar atrás.
Existem estes momentos em que foram tomadas decisões que dificilmente permitem a renegociação, e nesses momentos o que deve ser feito?
É difícil renegociar, mas existe uma “personagem” que pode ser de grande valia nestas situações, e que pode ser convidada a entrar no processo permitindo que se voltem a pesar as variáveis em jogo.
Esta é a figura do mediador, que deve ser convidado por ambos os intervenientes, a escolha da pessoa deve ser consensual.
Não vem para decidir mas apenas para ajudar a repensar a decisão, permitindo que ambas as partes se escutem de novo sem criar conflito. Deste modo, o resultado pode ser alterado.
Quem pode fazer este papel?
Terá de ser alguém próximo de ambos os intervenientes e reconhecido pelos dois como isento e imparcial.Nós sugerimos a intervenção de Tios ou Avós.
Uma questão fundamental neste processo é que o mediador não decide. É apenas facilitador e por isso não podemos “empurrar” para ele a responsabilidade da decisão.
A Equipa Let’s Grow.

Morada:
Av. António Augusto de Aguiar, 38 R/c Esq.
1050-016 Lisboa
Telefones: 93 933 55 88 / 91 659 88 38
email: info@letsgrow.pt
www.letsgrow.pt
http://consultoriodeeducacao.blogs.sapo.pt/

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.