Muitos pais veem-se, muitas vezes, obrigados a deixar os filhos sozinhos em casa para ir trabalhar ou para tratar de assuntos pessoais, por não terem com quem os deixar ou por não terem outra alternativa. Mas será que é aconselhado mantê-los sozinhos ou sob a supervisão de um dos irmãos durante esses períodos? Para responder a esta pergunta, pondere os seguintes fatores avançados pela American Academy of Child & Adolescent Psychiatry e siga os conselhos desta instituição:

- Tenha em conta o nível de maturidade do seu filho e evidências passadas de que sabe comportar-se de forma responsável.

- Assegure-se de que poderá contactar consigo ou com outros adultos de confiança durante a sua ausência, por exemplo, através do telefone.

- Ensine-lhe medidas de precaução quanto a incêndios e fugas de gás, quando e como agir quando tocarem à campainha e ainda como agir em caso de emergência.

- Estabeleça regras quanto ao tempo de televisão, jogos de vídeo e limite o acesso a canais por cabo, chats e websites para adultos.

- Ensaie com ele as medidas a adotar em caso de emergência. Repita esta operação posteriormente para certificar-se que o seu filho está mesmo habilitado a ficar sozinho em casa.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.