1. Variar o mais possível as ementas de forma a evitar a monotonia;

2. Confecionar pratos com aspeto agradável, do agrado da criança e que esta consiga ingerir;

3. Respeitar as preferências e aversões apresentadas;

4. Envolver a criança e deixá-la participar na preparação das refeições;

5. Adaptar a rotina alimentar familiar para evitar que a criança se sinta diferente;

6. Se necessário, repartir a alimentação por refeições frequentes, de pequenos volumes e com alimentos fáceis de digerir;

7. Evitar que a criança petisque antes das refeições, pois isso fará diminuir o apetite;

8. Incentivar a ingestão de líquidos ao longo do dia, de preferência nos intervalos entre as refeições;

9. As refeições deverão decorrer em ambiente calmo e agradável;

10. Nunca forçar a criança a comer, mas incentivá-la a comer explicando-lhe a importância da alimentação.

Conteúdo retirado do portal PIPOP (www.pipop.info), um projecto da Fundação Rui Osório de Castro (www.froc.pt)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.