Se o seu bebé deixou de ser recém-nascido, se ele já percebeu que há nesta vida coisas interessantes e engraçadas e outras aborrecidas e chatas, se ele já gosta de sorrir e de experimentar uma boa gargalhada, então está na altura de diversificar as suas experiências.

Há umas quantas coisas que deve marcar na agenda para fazerem juntos antes de ele completar um ano de vida.

Fazer massagens
O contacto pele com pele, o toque das mãos da mãe e do pai tem uma importância vital para um bebé. As massagens são uma forma de tocar que tem inúmeros benefícios, a todos os níveis, inclusive na promoção da vinculação.

As massagens podem tornar-se uma rotina ou um mimo para momentos especiais. A verdade é que aproximam pais e filhos e são um investimento. Não tarda o seu filho também fará massagens aos pais.

Tomar banho com o bebé
Juntar-se ao bebé na banheira é criar mais um espaço e um tempo privilegiado de contacto pele com pele. É claro que não é um programa para fazer com um recém-nascido, mas a partir de certa altura é um prazer para pais e filhos.

Vão sentir-se mais próximos da natureza, do seu corpo e do deles, sem fechos, molas e mangas a estabelecer fronteiras e com a água como relaxante natural.

Contar histórias, descobrir os livros
Nunca é cedo demais para começar a contar histórias ao seu bebé. A partir de certa altura, pode e deve mostrar-lhe livros, contar-lhe o que se passa a cada página, deixá-lo folhear e explorar, mesmo arriscando estragar.

Há livros próprios para bebés, mais resistentes e até apropriados para quem não consegue deixar de morder um cantinho Veja mais sugestões na próxima página

Passear num parque natural
Ir todos os dias ao jardim do bairro é bom. Mas não deixe de dar ao seu bebé, uma vez por outra, o prazer de passear no meio da natureza em estado bruto.

Fazer uma caminhada com ele no canguru ou no carrinho TT – dependendo do percurso e da distância – é dar-lhe cheiros, cores e oxigénio que não existem em mais sítio nenhum.

Descobrir os animais
Os cães e os gatos domésticos podem tornar-se verdadeiros amigos de um bebé. Mas poder ver outros animais - um cavalo, uma vaca, uma galinha - são experiências que todos os bebés adoram. Sobretudo porque já os conhecem das histórias.

Por isso, um passeio numa quinta pedagógica, para quem não tem amigos ou família no campo, é um excelente programa para pais e bebés. Fazer uma festa ao cavalo, dar pão aos patos, ouvir a vaca mugir pode ser uma verdadeira festa.

Sujar-se
Esqueça os seus preconceitos demasiado higiénicos e deixe o bebé sujar-se à vontade. Mexer na terra, cair na relva, enterrar os pés na areia são actividades que implicam alguma sujidade, é um facto.

Mas esta é uma sujidade saudável: o bebé não vai ficar doente, (pelo contrário, pode até ficar mais resistente) e vai, com certeza, ficar feliz por conhecer um pouco melhor o mundo.

Cantar e dançar
Nunca é cedo demais para iniciar o seu bebé nos prazeres da música. Use e abuse da música, das cantigas da sua infância, das palmas, do movimento.

As lengalengas também são muito estimulantes do ponto de vista do ritmo e da linguagem. As avós e os avôs costumam ter um bom repertório e ajudar os pais nesta importante área da vida de um bebé.

Texto de Ana Esteves

Revista Pais & Filhos

Veja ainda: Músicas que estimulam os sentidos
À descoberta de brincadeiras que estimulam os sentidos
O desenvolvimento infantil
Já se acha independente
Tem 2 anos e ainda não fala

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.