Gill Rapley iniciou a carreira como enfermeira-parteira aos 22 anos, no Reino Unido, tendo trabalhado durante mais de 20 anos com crianças.

Depois de ter filhos, apaixonou-se pelo tema da introdução dos alimentos sólidos na alimentação dos bebés. Fez um mestrado sobre o tema e foi ela a criadora do termo oficial baby-led weaning, recomendando a idade de seis meses como a indicada para começar a oferecer alimentos sólidos ao bebé.

Já há alguns anos que Gill Rapley faz investigação comparando a alimentação com colher com esta forma de alimentação, em que o bebé leva ele próprio os alimentos à boca.

Mas, afinal, o que é concretamente o Método BLW?

Como Gill Rapley explica no seu site, o método BLW não é um método de alimentação, mas sim uma abordagem do bebé aos alimentos. Serve para que os pais percebam quais as capacidades do seu bebé em relação à alimentação, independentemente se o alimenta com uma colher ou não.

O BLW pretende abranger uma oferta de alimentos saudáveis, que são partilhados em família durante as refeições, assegurando que o bebé coloca na boca apenas os alimentos que quer comer, qual a quantidade e com que rapidez os ingere.

A regra dos seis meses

"A regra dos 6 meses é importante porque mantém os bebés seguros contra interferências prematuras em relação às suas refeições", explica Gill Rapley. Ou seja, o método BLW só deve ser mesmo aplicado a partir dos 6 meses de idade.

Outro dos pontos importantes é verificar como o seu bebé se senta. Já consegue manter-se direito? Esta é também uma questão importante para a introdução do método BLW.

Como explica Gill Rapley, ser capaz de se sentar numa posição ereta é reconhecido como um dos principais sinais de que o bebé está pronto para os alimentos sólidos, e especialmente para o BLW.

"As capacidades de mastigação e digestivas tendem a desenvolver-se ao mesmo ritmo que a capacidade do bebé para se sentar corretamente. Se o bebé ainda não se senta direito, pode correr o risco de se engasgar com a oferta de sólidos".

O que importa para comer com segurança, e para o BLW, é que o seu bebé consiga suportar a sua cabeça e tronco numa posição vertical durante o tempo suficiente para explorar um alimento.

Os alimentos que se oferecem ao bebé

É preciso ter em consideração o tipo de alimento que se oferece ao bebé, e o que leva à boca. Tem de se pensar que estes alimentos terão de ser apropriados e cortados a pensar num bebé de seis meses.

Deverão ser cozidos e fáceis de mastigar, como, por exemplo, cenoura cozida cortada aos palitos.

E os pais precisam de ter alguma paciência, porque o bebé vai demorar o seu tempo até comer de forma completa através deste método.

Outra das vantagens apontadas neste método é a possibilidade de uma oferta variada de alimentos, assim como de texturas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.