Novos documentos revelados pelo site TMZ dão conta de que Zayn Malik está acusado de quatro crimes no caso da alegada agressão do cantor à sua sogra, Yolanda Hadid, mãe de Gigi Hadid.

De acordo com a mesma publicação, o cantor terá respondido à queixa apresentada pela sogra com um 'nolo contendere' - termo legal no qual declara aceitar as consequências dos crimes de que é acusado, sem se declarar culpado.

Os documentos oficiais revelam que Yolanda Hadid acusa o namorado da filha de a ter empurrado contra um armário. Porém, Zayn Malik nega a existência de qualquer contacto físico.

Zayn deverá ser condenado a pagar uma multa e a ficar em liberdade condicional durante 90 dias por cada uma das acusações - o que dá um total de 360 dias ​​(quase um ano).

O antigo elemento dos One Direction poderá igualmente ser forçado a fazer um curso para controlar a sua raiva e outro contra a violência doméstica. A todas as medidas acima referidas junta-se a proibição de se aproximar de Yolanda Hadid e do segurança que estava no local e que também terá estado envolvido no caso.

Importa lembrar que, quando foi tornada pública a suposta agressão de Zayn Malik à sogra, ficou-se a saber que o cantor e Gigi Hadid estão separados. O ex-casal tem uma filha comum, Khai, que nasceu em setembro do ano passado.

Leia Também: Irmãos de Gigi Hadid deixam de seguir Zayn Malik no Instagram

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.