Chegou o grande dia, estreia este domingo, dia 13, o novo 'Big Brother - A Revolução'. A pensar nos fãs mais ansiosos, resolvemos a poucas horas do início reunir todas as informações até aqui conhecidas sobre um dos mais aguardados reality shows da TVI.

O regresso de Teresa Guilherme

Depois de Cláudio Ramos ter dado o seu melhor como anfitrião de 'Big Brother 2020', a TVI quis assinalar os 20 anos da estreia em Portugal do primeiro 'Big Brother' com o regresso da rainha dos reality shows: Teresa Guilherme.

A apresentadora está ansiosa com o seu regresso à televisão e o mesmo se pode dizer dos fãs que reagiram com enorme entusiasmo à notícia.

As revelações de Teresa Guilherme

Foi em entrevista a Manuel Luís Goucha no programa 'Conta-me' que Teresa Guilherme levantou a ponta do véu sobre algumas das grandes novidades que o público irá descobrir amanhã na estreia de 'Big Brother - A Revolução.

No que diz respeito ao cenário onde decorrerá o jogo, a casa que serviu de palco ao 'Big Brother 2020', na Ericeira, foi novamente a escolha da produção. Porém, segundo a apresentadora "ninguém diria que é a mesma casa". Várias transformações foram feitas e até há algumas "armadilhas" preparadas para os concorrentes.

"A maior revolução é estarem à espera de uma coisa e depois ser outra", desvenda Teresa Guilherme, referindo-se não só aos concorrentes como também ao público. E as surpresas começam já este domingo, promete.

As nomeações voltam a ser à terça-feira

Esta foi outra das revelações feita por Teresa Guilherme. A cada terça-feira, a apresentadora fará uma emissão especial onde fala para dentro da casa. As nomeações passam a ser nesse dia, mas também podem acontecer ao domingo.

A equipa de apresentadores e repórteres

No que toca à equipa de apresentadoras das edições 'Extra' e 'Diários da Tarde', não existiu qualquer alteração. Maria Botelho Moniz vota a conduzir o 'Extra' ao fim do dia e Mafalda de Castro é a responsável pelos 'Diários' ao fim da tarde.

Já em relação ao repórteres de serviço o caso muda de figura. Foram apresentados até aqui apenas dois repórteres oficias do programa, sendo eles o repetente Gonçalo Roque e a estreante Alice Alves.

Os comentadores

Quanto aos comentadores de serviço, temos grandes estreias e aguardados regressos. Marta Cardoso volta a ocupar o lugar de comentadora residente do 'Extra', nesta que será a sua última participação na equipa de um reality show.

Leia Também: Este é o último 'Big Brother' de Marta Cardoso. Eis as verdadeiras razões

A fazer companhia à concorrente da primeira edição de 'Big Brother' vão estar os também repetentes Pedro Crispim e Susana Dias Ramos. A grande novidade é a inclusão de Fanny Rodrigues, a participante de 'Casa dos Segredos' é uma das comentadoras oficiais desta edição.

Resta agora saber se haverá outros a juntarem-se ao painel. Os fãs aguardam ansiosamente pelo regresso de nomes como Ana Garcia Martins - 'A Pipoca Mais Doce'.

Avizinha-se um jogo diferente do habitual

Quando Cláudio Ramos anunciou em direto a nova edição de 'Big Brother - A Revolução' prometeu um jogo diferente e nunca antes visto em Portugal. Um programa mais interativo e onde o público terá um papel ainda mais ativo no jogo, tal como reforça Teresa Guilherme. A apresentadora diz que vai ser o público a decidir muito do que irá acontecer.

Se tivermos em conta que o formato será semelhante ao que já estreou na Austrália, África do Sul e em Espanha (já em 2017), a revolução avizinha-se ainda maior.

Por exemplo, na versão sul-africana doze homens entraram na casa e outras doze mulheres ficaram numa casa ao lado. Esta é uma hipótese que está em cima da mesa e até chegou a ser avançada pela imprensa cor-de-rosa.

Quanto à versão Espanhola de 'Big Brother - A Revolução', o número de pessoas a entrar na casa foram a grande novidade: 100 pessoas. Porém, no dia seguinte, apenas 20 permaneceram em jogo.

Os concorrentes

A 31 de agosto, Cristina Ferreira revelou que os concorrentes do novo 'Big Brother' já estavam escolhidos. Desde então, especula-se que todos tenham estado em quarentena para evitar o perigo de entrarem na casa mais vigiada do país infetados com a Covid-19.

Apesar de não se saber ao certo o número de participantes, estes devem estar, tal como nas edições anteriores, entre os 18 e os 20.

Teresa Guilherme não fez parte da seleção inicial, mas ajudou no final a escolher os nomes que vão entrar no jogo. Segundo a apresentadora, há concorrentes muito diferentes, um vasto leque de idades e com histórias fortes.

Na imprensa correm vários rumores que apontam nomes de possíveis participantes, mas a verdade é que apenas hoje, logo após o 'Jornal das 8', ficaremos a saber quem foram os escolhidos para entrar nesta aventura única.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.