Esta sexta-feira foi transmitido no programa de Cristina Ferreira uma conversa que a apresentadora teve com Sónia Brazão. A entrevista incidiu sobre o grave acidente que a atriz teve em junho de 2011, que lhe deixou mais de 90% do corpo queimado.

“Cheguei a duvidar de mim. Realmente não me lembro daquela noite, manhã, tarde. Sabia que estava cansada, vinha do Porto. Íamos para os Globos de Ouro”, recorda, frisando que muitas das memórias daquele dia se apagaram.

Questionada por Cristina se realmente tentou colocar fim à vida naquele momento, Sónia sublinha: “Se realmente foi eu vou ver com o tempo, porque vou ter vontade de o fazer. E nada melhor do que esta fase da minha vida. Nunca tinha passado nada igual", afirma, referindo-se à sua vida após o acidente.

"Aos poucos aquela certeza de quem eu sou tem voltado”, garante. “Não consigo encontrar lógica no que aconteceu, se os bicos [do fogão] já estavam ligados há mais tempo, nunca vi o fogão. Há uma série de coisas que não encaixam”, adianta.

A apresentadora voltou a insistir e perguntou se alguma vez lhe tinha passado pela cabeça a ideia de morrer: “Toda a gente tem na vida [pensamentos suicidas], não há ser humano neste mundo que não tenha. Não iria fazer uma coisa destas, nunca. A minha maneira de ser não é assim”, garante.

Entretanto recorda os momentos difíceis durante o internamento no hospital: “Até para abrir os olhos tinha de pedir. Não se consegue, a membrana cola”, afirma.

Atualmente, Sónia revela estar em paz consigo mesma e com a sua nova pele, até porque aprendeu a reconhecer a “beleza nas imperfeições”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.