"Talvez a maioria dos portugueses não saiba quem é este grande ator que partiu de madrugada e deixou o Brasil completamente de luto. Pois eu lembro-me perfeitamente da primeira vez que vi o Paulo Gustavo". Foi assim que Sofia Cerveira deu início a uma publicação que no fez no Instagram e onde presta uma homenagem a Paulo Gustavo.

O artista brasileiro morreu esta terça-feira, 4 de maio, vítima da Covid-19. Tinha 42 anos.

"Estava a viver no Rio de Janeiro e uma amiga desafiou-me para ir ver a peça 'Surto'. A partir daí, surgiu uma vontade louca de acompanhar tudo o que fizesse. Era tão genial!! Ele era absolutamente brilhante", lembrou de seguida, destacando depois a peça 'Minha mãe é uma peça', de Paulo Gustavo, que fez estão de assistir.

"Lá estava eu a ver a D. Hermínia, uma personagem hilariante que ele próprio construiu, inspirada na sua mãe, mas tão real e tão actual, que o popularizou junto do público para sempre! Estávamos no ano de 2006. Aquela noite jamais esquecerei. Longe da família e dos amigos, marcou-me para sempre! Acho que nunca tinha rido tanto na vida", partilhou.

A apresentadora da SIC lembrou ainda o dia em que soube que Paulo Gustavo estava internado no hospital com Covid-19. O artista esteve no hospital mais de 50 dias.

"[...] Rapidamente me apercebi que o seu estado de saúde era mesmo bastante frágil e exigia todo o cuidado e reserva. Para os menos atentos, o ator estava hospitalizado desde o dia 13 de março. Comunicados quase diários davam conta do estado de saúde do ator e uma corrente de amor e oração percorria todo o Brasil. Afinal, Paulo Gustavo tornou-se um dia mais acarinhados atores brasileiros", acrescentou.

"Lutou muito. Muito, mesmo!! Inclusive, este domingo, houve até uma melhora significativa do seu estado de saúde, sendo que lhe reduziram os sedativos, bem como o bloqueador neuromuscular. Paulo Gustavo chegou mesmo a acordar e a interagir com médicos e o marido, Thales Bretas. Aqui houve uma luz de esperança que julgo percorreu todos aqueles que acreditavam numa possível recuperação. Mas à noite, a situação piorou e, subitamente, houve uma embolia gasosa disseminada, incluindo o sistema nervoso central, no decorrer de uma fístula bronquíolo-venosa. Infelizmente, a situação clínica tornou-se irreversível e o ator acabou por falecer", relatou de seguida, deixando um "BRAVO a este ator tão jovem e que tinha tanto ainda pela frente".

"Os aplausos são todos para ti, Paulo Gustavo! Serás eterno em todos os que te amam!! Abraço de paz, à família", rematou.

Leia Também: Marido de Paulo Gustavo comove Internet ao despedir-se do seu grande amor

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.