O sobrinho-bisneto do pintor Vincent van Gogh, neto de Vincent Willem van Gogh, descendente direto de Johanna van Gogh-Bonger e de Theo van Gogh, um dos irmãos do artista, está em Portugal. O consultor do museu holandês que possui a maior coleção mundial de quadros do pintor veio a Lisboa para promover a mostra retrospetiva e a experiência interativa "Meet Vincent van Gogh", que amanhã, às 10h00, abre ao público no Terreiro das Missas, em Belém.

Willem van Gogh, que tem 66 anos e um grande orgulho nas obras do tio-avô, é um dos rostos que surgem num dos vídeos de contextualização apresentados no percurso inicial da exposição. "Havia imensos quadros dele lá em casa. O dos girassóis estava pendurado na sala, por cima de um sofá. E o das amendoeiras em flor, que é o meu favorito, que foi pintado para celebrar o nascimento do meu avô, também estava pendurado nessa divisão", confidencia o consultor.

Theo van Gogh e Johanna van Gogh-Bonger foram, em 1890, pais de Vincent Willem van Gogh, que em 1962 criou a Fundação Vincent van Gogh, a organização que gere o espólio deixado pelo artista pós-impressionista na posse da família. Em 1973, esse património foi cedido para o Museu Van Gogh, um dos mais visitados de Amesterdão. "É graças ao meu avô, de quem herdei o nome, que os trabalhos do Vincent podem ser lá vistos", orgulha-se o embaixador do museu.

Willem van Gogh não é, no entanto, o único descendente direto de Johanna van Gogh-Bonger e do irmão mais novo do pintor, falecido em 1891. "Tenho várias sobrinhas e sobrinhos, que também descendem do Theo", desvenda. "Eles também estão ativamente envolvidos na coleção do museu", afirma o consultor. A exposição pode ser vista às sextas-feiras e aos sábados entre as 10h00 e as 20h00 e, de segunda-feira a quinta-feira e aos domingos, entre as 10h00 e as 19h00.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.