Sara Sampaio é conhecida pela sua beleza e sobretudo boa forma. No entanto, é igualmente verdade que desde que iniciou a sua carreira no mundo da moda, que por várias vezes foi criticada por causa da sua magreza.

Hoje, dia 1 de abril, a manequim portuense decidiu esclarecer a polémica criada à volta de uma alegada “dieta rigorosa” que fez antes do desfile da marca de lingerie ‘Victoria’s Secret’.

“Como de costume um jornaleco decidiu distorcer a verdade sobre um assunto que falei, geralmente deixo passar e nem ligo, mas devido ao assunto que se trata e de ter tantas raparigas jovens que me seguem e me veem como uma figura a seguir, decidi escrever este post.

Certo jornal decidiu escrever que me sujeito a dietas muito rigorosas que me deixam mal a nível psicológico”, começa por afirmar.

Entretanto, explica como realmente se desenvolve o seu plano alimentar:

“Bem, nos meus 24 (quase 25) anos de vida, só uma vez me sujeitei a uma dieta alimentar "rigorosa" (por favor ver o verdadeiro significado na palavra dieta: regime alimentar que satisfaz as necessidades particulares de uma pessoa) e essa foi antes do show da VS [Victoria’s Secret] o ano passado. Agora vou passar a explicar a minha dieta e o porquê: cerca de 2 semana antes do show, quando treinava intensamente para ficar em forma para o show, reparei que estava a perder peso, sentia-me muito magrinha e não conseguia manter o músculo, então fui a um nutricionista que me disse que estava a comer as coisas erradas. Ora, eu gosto muito de pão, pizza, e massas, e pensei se estou a treinar tanto preciso de comer coisas mais calóricas, pois estava errada. O meu médico disse-me que não estava a ingerir proteína suficiente para a quantidade de exercícios que estava a fazer, e então pôs-me num plano alimentar focado em proteína, e como eram só 10 dias para o show e eu queria estar na melhor forma possível, ele sugeriu por apenas 10 dias deixar de ingerir hidratos de carbono (pão, massas, pizzas etc) e açúcar. Para quem nunca fez uma mudança na alimentação talvez não entenda, mas para mim era a primeira vez na vida que deixei de comer 2 das coisas que mais gosto. Psicologicamente foi muito difícil, principalmente o açúcar, porque é como uma droga. No entanto fisicamente nunca me senti melhor, mas psicologicamente estava a dar um pouco em maluca, porque tinha muitos desejos de açúcar e pizza e pãezinhos”.

Posteriormente, critica o trabalho feito por determinado tipo de imprensa:

“Obviamente, que vende mais revistas alterar a verdade (ei, até conseguiram uma resposta minha), mas a verdade de me sujeitar a esta “dieta rigorosa" foi para pôr peso e músculo, em vez do contrário. Cada corpo é diferente, e cada pessoa precisa de planos alimentares diferentes, eu pessoalmente sei que preciso de ingerir hidratos de carbono e açúcar para me manter sã, mas agora também sei o que o meu corpo precisa de ingerir para aguentar o exercício físico intenso”, termina na sua página de Facebook.

Recorde-se que em entrevistas anteriores a modelo portuense já tinha referido que o seu peso era genético e que desde a adolescência é magra.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.