Ryan Seacrest vê o seu nome envolvido num escândalo sexual. Recentemente, Suzie Hardy, estilista que trabalhou consigo entre 2006 e 2013, acusou o apresentador de abuso sexual.

Declarações que foram agora desmentidas por Ryan. O apresentador do programa ‘American Idol' disse num comunicado que a pessoa em questão “tentou comprar o seu silêncio, pedindo dinheiro em diversas ocasiões”. “E eu recusei”, frisou, negando “todas as reivindicações feitas contra si”.

Referindo-se ainda ao movimento #MeToo e Time's Up, Seacrest afirmou que “aplaude todas as almas corajosas que decidiram partilhar as suas histórias”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.