Esta campanha publicitária para os sapatos Egoísta+ é mais um grande desafio?
Foi engraçado eu ter recebido esta proposta por parte da Egoista+ porque é um namoro já antigo. Já tinha falado com eles há imenso tempo mas só agora concretizei o sonho de criar a minha própria linha de sapatos que vão estar disponíveis nas lojas Egoista.
Os sapatos são para si uma perdição?
Sem dúvida!
Quantos pares podemos encontrar no seu armário?
Mais de 200, à vontade. Mas isso tem uma explicação: é que eu guardo os sapatos todos e recupero alguns. Levo ao sapateiro aqueles que perdem as solas e depois volto a usá-los.
Quando vai a uma festa olha com especial atenção para os pés das senhoras?
Olho muito. Desde pequenina que ouço a minha mãe dizer que para uma mulher estar bonita tem que ter um cabelo cuidado e uns sapatos bonitos, e depois tudo o resto se compõe.
Diz-se que as mulheres escolhem os homens depois de verem o que eles trazem calçado. Concorda?
Concordo. Definitivamente, q para mim a identidade e o estilo de um homem vê-se naquilo que traz calçado. Os ténis e os sapatos marcam a diferença.
Quando conheceu o João Brilha, seu namorado, o que é que ele trazia calçado?
Conheci-o numa saída à noite porque tínhamos amigos em comum. Confesso que olhei para ele dos pés à cabeça. Estava todo despenteado, com uma camisa branca, umas calças de ganga e uns sapatos de vela. Na altura fiquei a olhar para aqueles sapatos sem perceber muito bem o contexto (risos). Mais tarde, quando começámos a sair juntos, vi que ele também usava uns All Star e amei.
A Raquel namora com o João há 8 anos mas ultimamente tem aparecido sempre sozinha. A relação continua de pedra e cal?
Está tudo bem, mas o João está a trabalhar imenso e, além disso, está a tirar um MBA. Tem muito pouco tempo livre, assim como eu. Quando podemos estamos um com o outro, apenas isso.
Já pensam em oficializar a relação?
Não, agora não. Daqui a mais algum tempo acredito que isso possa acontecer.
Faz parte do seu imaginário casar como manda a tradição?
Sem dúvida. Quero casar-me vestida de branco, como todas as noivas. Aliás, já entrei em lojas com a minha mãe e experimentei vestidos de noiva. Mas só por curiosidade (risos). Sinto-me uma princesa ainda que sem intenções de casar.
No amor a Raquel parece preenchida. E no trabalho?
Acabei de estrear na SIC o "CIN-Remake", um programa que dá todos os dias a seguir ao Jornal da Noite. Além disso estou a fazer o "Vida Nova": a Fátima Lopes faz o estúdio e eu as reportagens de exterior. Está a ser um prazer. Eu sempre admirei a Fátima e fazer este programa foi um sonho tornado realidade.
A Raquel está também na SIC Mulher?
Sim, e vou ter um projecto novo mas não posso revelar nada por enquanto.
Recentemente estreou-se como actriz na novela "Rebelde Way". Pensa em repetir a experiência?
Tenho um projecto com uns amigos nessa área. Será uma série para televisão. Já fizemos o episódio-piloto. Vamos ver o que vai sair daqui mas estou confiante.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.