A rainha Isabel II não deverá voltar a viver no Palácio de Buckingham, noticia a imprensa internacional. No início da pandemia, a monarca de 95 anos e o marido, o príncipe Filipe (que morreu no ano passado aos 99 anos), decidiram mudar-se para o Castelo de Windsor, mais isolado e longe da confusão citadina.

Ora, as mais recentes informações dão conta de que agora os planos é que a rainha Isabel II permaneça nesta propriedade.

Uma das razões que a levou a tomar esta decisão foi o facto do Palácio de Buckingham estar a passar por renovações, conforme evidenciou uma fonte ao jornal The Sunday Times.

Desta forma, a rainha deverá manter o regime de teletrabalho e diminuir as viagens. Regressará a Londres apenas para alguns eventos ocasionais, que mereçam a sua deslocação.

"Windsor é um lugar que ela ama. É lá que tem as memórias com o príncipe Filipe, os seus póneis e a família por perto. Faz sentido", notou também o autor real Hugo Vickers.

Leia Também: Primo de rainha Isabel II devolve alta distinção que recebeu da Rússia

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.