Aos 35 anos e grávida pela terceira vez, Pimpinha Jardim fala, em entrevista à edição de janeiro de 2020 da revista Prevenir, a partir de hoje nas bancas de todo o país, do sonho de ter uma família numerosa que sempre teve, dos cuidados que não dispensa durante a gravidez e da pressão imposta pela sociedade para as mulheres serem perfeitas em tudo. "Essa exigência leva-nos a um estado de ansiedade desnecessário", critica a a apresentadora de televisão e repórter.

"Devemos aceitar-nos da maneira como somos e aceitar melhor os outros da maneira como são", defende a filha da socialite Cinha Jardim, que vai ser mãe de um menino. "Os meus filhos queriam que fosse um rapaz para equilibrar os jogos de futebol com os primos", confidencia. "Sempre quis ter uma família grande. Tenho quatro irmãos, a minha mãe tem 12 irmãos, a família do meu pai também é grande, logo sempre fui habituada a famílias grandes", refere.

A atual gravidez tem sido tranquila. "Está a correr bem. Nos primeiros três meses, senti alguns enjoos, mas o segundo trimestre costuma ser o melhor. Quando estava grávida de seis meses do Raúl, fui um mês para o Brasil e andava com o Francisco ao colo. Sentia-me muito bem e tenho imensa energia neste trimestre", revela Pimpinha Jardim, que se sente realizada no trabalho. "Gosto de usar a minha influência para cobrir eventos que vale a pena dar a conhecer", assume.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.