Meghan Markle comemorou o seu 37º aniversário no passado dia 4 de agosto, sábado, e claro que o palácio recebeu inúmeros presentes direcionados para a duquesa de Sussex.

Ora, o que não se sabia, é que enquanto membro da família real britânica, a esposa de Harry não está autorizada a ficar com todas as ofertas.

O jornal The Mirror deu detalhes quanto às políticas de segurança a este respeito: “O princípio fundamental que governa a aceitação de presentes pelos membros da família real é que nenhum presente, incluindo hospitalidade ou serviços, poderão ser aceites, ou parecerá que os membros da família real poderão ser colocados numa obrigação de retribuição”, informa-se.

Ou seja, Meghan poderá ficar com:

- Amostra de negócios (moda, etc.) que custem demasiado dinheiro para devolver;

- Presentes de negócios oferecidos como recordações das visitas feitas pela duquesa;

- Presentes enviados de orgãos governamentais, como associações, caridade, etc;

- Presentes de fãs como flores, comida ou outros presentes que custem menos 194.20 dólares, aproximadamente, 167 euros;

- Livros dados pelo autor desde que o assunto não seja controverso;

- Dinheiro dado para obras de caridade de Meghan.

Por seu turno, a duquesa tem de devolver:

- Amostras e presentes de negócios que não custem demasiado a enviar de volta;

- Presentes de fãs que causem preocupações;

- Dinheiro – se Meghan não devolver, então será para a caridade;

-Livros de assuntos controversos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.